Política

ADIAMENTO

Defesa de Lula pede adiamento de depoimento a Moro na Lava Jato

Com base no envio de um arquivo de 5,42 gigabytes anexado pela Petrobras ao inquérito e na impossibilidade de que a defesa analise o arquivo com tamanha rapidez, defesa do ex-presidente pediu adiamento do depoimento a Moro

segunda-feira 8 de maio| Edição do dia

O habeas corpus que pede a imediata suspensão do processo criminal foi protocolado no Tribunal Regional Federal da 4ª Região, que tem jurisdição e competência para confirmar ou barrar medidas de Moro. Se a medida for aceita pela corte, o interrogatório de Lula feito por Moro, marcado inicialmente para ocorrer nessa quarta-feira, 10, será adiado.

Estima-se que o arquivo enviado pela Petrobrás tenha cerca de 100 mil páginas, e foi chamado de "supermídia" pela defesa em seu pedido de habeas corpus. O depoimento de Lula refere-se à acusação de que ele tenha recebido R$ 3,7 milhões em propinas da OAS que, em troca, teria fechado três contratos com a Petrobras com a interferência do ex-presidente.

A defesa alega que pediu os documento à Petrobras em 10 de outubro de 2016, mas que parte deles só foi anexada ao processo em 28 de abril e 2 de maio por meio digital, impossibilitando a análise antes do interrogatório.

"A mídia apresentada perfaz 5,42 gigabytes e foi levada aos autos sem índice e de forma desorganizada. Há cerca de 5 mil documentos (técnicos, negociais e jurídicos) e são estimadas cerca de 100 mil páginas. É materialmente impossível a defesa analisar toda essa documentação até o próximo dia 10, quando haverá o interrogatório do ex-presidente e será aberto o prazo para requerimento de novas provas (Código de Processo Penal, artigo 402) (...) sequer a impressão foi concluída a despeito da contratação de uma gráfica para essa finalidade", afirmou a defesa de Lula.

A justiça de Curitiba, a pedido da prefeitura da cidade, proibiu qualquer manifestação política durante o depoimento e Moro proibiu a defesa de gravar por conta própria o depoimento.




Tópicos relacionados

Operação Lava-Jato   /    Sérgio Moro   /    Operação Lava Jato   /    Lula   /    Política

Comentários

Comentar