Sociedade

Defendendo seus privilégios, Associação de juízes quer adiar julgamento sobre auxílio-moradia

Temendo a perda de seus privilégios a Associação dos Juízes Federais (Ajufe) apresentou uma questão de ordem ao Supremo Tribunal Federal (STF) para tentar adiar o julgamento da ação que discute o pagamento de auxílio-moradia.

quarta-feira 7 de fevereiro| Edição do dia

O processo ainda não foi pautado formalmente, mas a presidente da Corte, ministra Cármen Lúcia, indicou a entidades da magistratura que deve colocar o tema para votação em março.

A Ajufe alega que a ação deve ser retirada de pauta porque, segundo ela, o rito processual não foi cumprido. A associação alega que precisa apresentar suas razões finais após a manifestação da Advocacia-Geral da União (AGU) e da Procuradoria-Geral da República.

Os juízes recebem valores muito superiores ao salário de um trabalhador comum, e ainda gozam de privilégios, como o auxílio-moradia, mesmo assim tem a cara de pau de defender os seus interesses corporativos, enquanto arbitram contrariamente aos interesses dos trabalhadores.




Tópicos relacionados

"Partido Judiciário"   /    Sociedade   /    Poder Judiciário   /    Política

Comentários

Comentar