Política

Declaração de bens revela enormes montantes de dinheiro vivo de políticos milionários

O patrimônio em dinheiro vivo declarado pelos políticos que concorrem a cargos esse ano é de R$ 304 milhões. Entre os políticos, 36 declararam ter "embaixo do colchão" mais de R$ 1 milhão.

quarta-feira 22 de agosto| Edição do dia

É bem sabido o enorme patrimônio que os políticos brasileiros conseguem juntar em anos de vida pública, ainda assim os números do levantamento realizado pelo jornal O Estado de S. Paulo são de impressionar.

Candidatos aos cargos em disputa nas eleições deste ano declararam à Justiça Eleitoral possuir R$ 304 milhões em dinheiro vivo - R$ 3 milhões mais do que no pleito de 2014 se considerado o valor nominal. O dinheiro este ano está distribuído no patrimônio de 2.390 candidatos - na eleição passada, pertencia a 1.995 postulantes. Desses candidatos todos, 36 candidatos informaram possuir valores que superam R$ 1 milhão em espécie.

É de se suspeitar da enorme quantia de dinheiro guardado "embaixo do colchão" dos políticos. Os órgãos suspeitam que parte das declarações seja fraudulenta e sirva como estratégia de lavagem de capital antecipada. Segundo técnicos envolvidos nas apurações, há candidatos que declaram guardar em casa recursos que, em verdade, não têm.

Conhecido como "Tesoura de Ouro" por causa da marca de sua rede de lojas no Distrito Federal, o empresário Juraci Pessoa de Carvalho, candidato a uma vaga na Câmara pelo PTB, esconde onde guarda R$ 5,3 milhões em dinheiro vivo - o mair montante declarado. "Não vou dizer onde eu guardo, por uma questão de segurança. Mas esse dinheiro existe e a origem é o meu trabalho."

Impossível não se recordar do bunker de Geddel Vieira Lima, um apartamento em Salvador onde o ex-ministro acumulava R$ 51 milhões em dinheiro em espécie, e que foi encontrado pela Polícia Federal (PF), e que seriam a soma de propinas vindas do PMDB, da construtora Odebrecht e do operador Lúcio Funaro.




Tópicos relacionados

Eleições 2018   /    Corrupção   /    Política

Comentários

Comentar