Juventude

JUVENTUDE

Debate no dia Mundial da Juventude em Campinas

Neste dia 12, sexta-feria, dia mundial da juventude houve um debate na Estação Cultura em Campinas, jovens de varias escolas debateram temas como: as ocupações secundaristas, redução da maioridade penal, gênero e sexualidade e drogas.

Diego Felicetti

Coordenador do CACH - Unicamp

segunda-feira 15 de agosto| Edição do dia

Neste dia 12, sexta-feria, dia mundial da juventude houve um debate na Estação Cultura em Campinas, jovens de varias escolas debateram temas como: as ocupações secundaristas, redução da maioridade penal, gênero e sexualidade e drogas. Mas oque a juventude aqui no Brasil tem a comemorar com está data? Com a situação que passa o país, um governo golpista que corta da saúde, educação, precariza e tira direitos dos trabalhadores.

O governo golpista do Temer corta e precariza a educação em âmbito nacional, o governo estadual de Alckmin envolvido em corrupção, escândalo da merenda, e da brutal repressão ao movimento secundarista também tem parte nisso, e aqui em Campinas Jonas Donizete proíbe discussão de gênero e sexualidade nas escolas. Além da redução da maioridade penal, e a escola sem partido que vão deixar a juventude sem futuro.

Mas as ocupações mostraram o caminho para a juventude que é na luta organizada nas escolas para que elas não fechem, mais a situação coloca grandes objetivos a juventude, pois esses governos estão acabando com o futuro dela e dos trabalhadores. Se organizar a partir dos grêmios debater que modelo de escola queremos e ir além, de que sociedade e governo queremos, pois tudo oque está posto para a juventude e para os trabalhadores é miséria e descaso e a saída tem q ser anticapitalista para resolver os problemas de fundo, que as escolas tenham pensamento livre, a educação, a saúde e trabalho dignos e uma sociedade livre de LGBTfobia, racismo e machismo.




Tópicos relacionados

Drogas   /    LGBT   /    Campinas   /    Juventude

Comentários

Comentar