Política

CONGRESSO NACIONAL

Davi Alcolumbre tenta restringir imprensa em primeira sessão que preside

Davi Alcolumbre (DEM – AP) eleito presidente do Senado no ultimo Sábado (02), tentou restringir a cobertura da imprensa na primeira sessão do Congresso sob seu comando.

segunda-feira 4 de fevereiro| Edição do dia

Pedro Ladeira/ Folhapress

Após impedir a imprensa de participar da primeira sessão que presidiu nesta segunda (04), Davi Alcolumbre (DEM – AP) eleito presidente do senado no ultimo Sábado (02) permitiu a entrada de apenas um representante de cada mídia, abrindo espaço para toda a mídia bem mais tarde.

A questão mais séria que se coloca é que o presidente do senado, indicado com Onyx vale lembrar, como primeira medida tenta impedir a imprensa de registar uma sessão no congresso. Isso só escancara o falso discurso de transparência. Davi Alcolumbre é suspeito de corrupção passiva na Operação Pororoca por fraude em licitações em inquérito do STF.

A cúpula que vem se formando em torno do reacionário governo de Jair Bolsonaro prova a cada dia sua política de ataques que pretende fazer com que os trabalhadores permaneçam pagando pela crise capitalista. O novo presidente do Senado Alcolumbre está de braços dados aos planos de desse governo e já começa com a reacionária tentativa de impedir a cobertura da imprensa numa sessão do congresso, aonde não deveriam haver reuniões fechadas e negociatas.

A censura também já se prova uma das ferramentas adotadas pelo novo governo, e parte disso se expressa em escolher o que pode ir ou não para a imprensa, seja censurando conteúdos que saiam das margens estabelecidas pelo governo, seja impedindo a imprensa de dar cobertura a eventos que deveriam ser abertos ao público.

Bolsonaro e sua corja provam diariamente que farão todo o possível para controlar o que será vinculado pela mídia criando uma rede que tem como objetivo principal passar todos os ataques a classe trabalhadora, tendo como carro chefe a reforma da previdência, com o mínimo de resistência possível.

Podemos ter Alcolumbre no Senado, Bolsonaro e toda sua casta de políticos, militares, corruptos gerindo os interesses da burguesia, mas sabemos que estes não vão gerir nenhum interesse dos trabalhadores, e isso se prova mais a cada dia. As centrais sindicais precisam sair de sua paralisia e convocar assembleias e comitês de mobilização por todo o país para enfrentar os ataques que se avizinham, apenas a classe trabalhadora organizada poderá de fato dar uma saída a esse crise, que não seja a carestia da vida de milhares em prol do privilégio de alguns.

Leia também: Escolhido por Onyx para aprovar ataques, Davi Alcolumbre é eleito presidente do Senado




Tópicos relacionados

Governo Bolsonaro   /    Senado   /    Política

Comentários

Comentar