DANIEL RUIZ

Daniel Ruiz, militante preso por lutar contra reforma da Macri, ganha liberdade na Argentina

Hoje, 8, o Tribunal Oral Número 3 determinou a soltura de Daniel Ruiz, militante do PSTU na Argentina, preso por lutar contra a reforma da previdência de Macri.

terça-feira 8 de outubro| Edição do dia

Hoje, 8, o Tribunal Oral Número 3 determinou a soltura do preso político Daniel Ruiz.

Daniel Ruiz, militante do PSTU na Argentina, foi um dos milhares de trabalhadores que se concentraram no Congresso Nacional Argentino para lutar contra a reforma da previdência de Macri, que mais tarde seria aprovada com a cumplicidade do Kirchnerismo e todas as variantes do Peronismo, configurando um ataque brutal à classe trabalhadora argentina.

Preso por lutar contra os ataques de Macri no dia 12 de setembro 2018, Daniel Ruiz permaneceu pouco mais de um ano preso sem julgamento, e atos foram convocados em diversos países exigindo sua liberdade.

Na apresentação da chapa presidencial de Nico del Caño-Romina del Plá, para eleições argentinas de 2019, em nome da frente eleitoral Frente de Esquerda e dos Trabalhadores – Unidade, além do programa político apresentado, de conteúdo anti-imperialista, anticapitalista, operário, popular e socialista, Nico del Caño reivindicou que o mesmo se veja refletido com a candidatura a deputado de Daniel Ruiz, ressaltando seu nome na lista de candidatos da Frente.

O PTS (Partido de los Trabajadores Socialistas) reafirmou a campanha pela liberdade de Daniel Ruiz, assim como seguir firma na luta pela sua liberdade e para que cesse a perseguição a todos os ativistas.

Não podemos descansar diante a prisão de militantes e ativistas, bem como não podemos nos calar ou amedrontar diante das prática de perseguição dos governos contra aqueles que se erguem contra seus ataques e seus projetos de ajustes que querem aprofundar as condições de miséria dos trabalhadores e do conjunto da população.




Tópicos relacionados

Daniel Ruiz   /    Argentina   /    PSTU

Comentários

Comentar