Educação

ELEIÇÕES APEOESP

DENÚNCIA: Burocracia quer impedir inscrição da chapa 2 Oposição Unificada

quarta-feira 12 de abril de 2017| Edição do dia

A eleição para disputar a direção da Apeoesp (Sindicato de professores do Estado de São Paulo) ocorrerá em maio, calendário antecipado pela burocracia do PT e PCdoB, em meio aos ataques profundos que estão colocados ao conjunto da classe trabalhadora, como a terceirização e a reforma da previdência.

As inscrições das chapas estaduais encerraram na manhã desta quarta (12), entretanto a movimentação das chapas que participarão do pleito passaram a madrugada na entidade para garantir a inscrição. Os membros da chapa da Oposição Unificada, foram expulsos do sindicato por volta da meia noite, e quando tentaram retornar foram barrados pelos bate-paus da burocracia que estava reunida na sede central, assim como o PCO.

A manobra que pretende a burocracia com essa ação truculenta é impedir que a oposição saia como chapa 2, para que essa seja entregue nas mãos do PCO, partido que serve à burocracia da Articulação (PT e PCdoB).

O número das chapas é determinado pela ordem de entrega das inscrições, a chapa de Oposição foi a segunda a fazer isso, mas está neste momento aguardando uma posição da comissão eleitoral uma vez que a chapa do PCO que teve sua inscrição entregue por um membro da Artisind, reivindica ser a chapa 2.

A burocracia segue em seu plano de contenção das mobilizações da luta de professores, essa manobra eleitoral é parte disso, por isso querem impedir que todos os setores da esquerda que estão hoje unificados para derrotar a burocracia possam ser a segunda chapa nas eleições sindicais, para que o PCO apareça como a chapa de oposição para o conjunto da categoria, gerando confusão nos professores.




Tópicos relacionados

Eleições Apeoesp 2017   /    Apeoesp   /    Educação   /    Mundo Operário

Comentários

Comentar