Política

ELEIÇÕES 2018

Cúpula das Forças Armadas lança vários pré-candidatos para defender sua agenda reacionária

São 11 generais e 3 capitães de mar-e-guerra e mais dezenas de outros oficiais para levar a frente sua agenda reacionária.

segunda-feira 2 de abril| Edição do dia

O alto comando das Forças Armadas fez uma chantagem com todos brasileiros no ano passado, se não gostarem do resultado das eleições poderiam "por aproximações sucessivas" pensar novas medidas. Não se tratava, e ainda não se trata de uma preparativa de golpe, mas de buscar legitima-los como atores políticos. E agora eles tem todo um elenco de candidatos, para diretamente, tentar influir nos rumos da política nacional.

Numa situação de crise orgânica que desenvolve uma crise de representatividade entre representantes e representados, o que dificulta os partidos a conseguirem traçar seus planos, vários poderes sem votos vão ganhando força, como o judiciário e os militares. Os militares já vinham alertando que queriam influir na política, agora, do seio da alta cúpula saem dezenas de candidatos, de governador a senador e deputado federal e estadual.

A entrada na política do alto comando das Forças Armadas é parte da politização reacionária das Forças Armadas e uma tentativa de aumentar uma bancada reacionária, muito mais do que preparar um golpe militar. Umas agendas prediletas da alta cúpula é o "Escola Sem Partido".

Aproximada às eleições, os militares já contam com 48 pré-candidatos às eleições de outubro, em 20 Estados, segundo o site Poder 360. Muito além de Bolsonaro que concorrerá a presidência e conta com o apoio do recém aposentado General Mourão, 2 disputarão o senado, 4 candidatos à governador, 27 à Câmara dos Deputados e 14 às assembleias legislativas e à Câmara Distrital do DF.

Destaca-se na listagem como se trata de um grande peso da cúpula, havendo 11 generais e 3 capitães de mar e guerra (o equivalente da marinha).

Veja quem são os militares que querem influir na política:

Acre
Coronel Ulysses (governador)
Major Rocha (senador)

Alagoas
Coronel Jodelmir (deputado federal)
Coronel Martins (deputado estadual)

Amapá
Capitão Peixoto (deputado estadual)

Amazonas
General de brigada Franklinberg (deputado federal)
Major Huss (deputado estadual)
Subtenente Borges (deputado estadual)
Suboficial Pedro Henrique (deputado estadual)
Segundo-sargento De Souza (deputado federal)

Ceará
Coronel Bezerra (deputado federal)

Distrito Federal
General de brigada Paulo Chagas (governador)
Coronel Souto (deputado federal)
Tenente-coronel Regina (deputado federal)
Capitão de mar e guerra Pacheco (deputado federal)
Capitão de mar e guerra Winston (deputado distrital)
Suboficial Amaral (deputado federal)
Sargento Genivaldo da Silva (deputado federal)

Goiás
Major Vitor Hugo (deputado federal)

Minas Gerais
General de divisão Araújo (deputado federal)
General de brigada Cupertino (deputado estadual)
General Felício (deputado federal)

Maranhão
Coronel Monteiro (governador)

Pará
General de divisão Jeannot (deputado federal)
Coronel Reis (deputado estadual)

Paraíba
Coronel Jaques (deputado estadual)
Capitão de mar e guerra Bustorff (deputado federal)

Paraná
Coronel Figueiredo (deputado federal)
Coronel Jorge Barcelos (deputado federal)

Pernambuco
General de divisão Gomes de Matos (deputado federal)
Coronel Edson (deputado estadual)

Piauí
Major Paulo Roberto (senador)

Rio de Janeiro
Capitão Jair Bolsonaro (presidente da República)
Capitão Durval Ferreira (deputado federal)

Rio Grande do Norte
General de Brigada Monteiro (deputado federal ou governador)
Capitão Gondin (deputado estadual)

Rio Grande do Sul
Brigadeiro Dias (deputado federal)
Coronel Napoleão (deputado federal)
Tenente-coronel Zucco (deputado estadual)
Sargento Gavioli (deputado federal)

Roraima
Sargento Cadoca (deputado estadual)

Santa Catarina
Coronel Armando (deputado federal)

São Paulo
General de divisão Peternelli (deputado federal)
General de brigada Morata (deputado estadual)
Coronel Cabral (deputado estadual)
Capitão Castelo Branco (deputado federal)

Sergipe
Coronel Prudente (deputado federal)

Tocantins
Coronel Jair (deputado federal)

Foto: Agência O Globo




Tópicos relacionados

Forças Armadas   /    Política

Comentários

Comentar