Política

CUNHA

Cunha recebeu R$ 89,42 milhões de Lúcio Funaro, segundo PF

Desde 2011, o operador de valores do PMDB Lúcio Funaro passou R$ 89,42 milhões para o ex-presidente da Câmara dos Deputados Eduardo Cunha. O valor correspondente foi encontrado em planilhas encontradas na casa da irmã do corretor.

segunda-feira 18 de setembro| Edição do dia

Nos papéis, Cunha é apelidado de “Bob”. Boa parte dos pagamentos, segundo relatório da Polícia Federal, eram feitos em espécie ao auxiliar de Cunha, Altair Pinto.

Lúcio Funaro no momento encontra-se na Papuda e vem fazendo delações à Lava-Jato.

O interessante é ver como, mesmo com a deflagração da operação Lava-Jato e todo o processo de impeachment no ano passado capitaneado pelo deputado pemedebista, as propinas continuavam sendo feitas.

E mais, a partir de 2014 elas mais que duplicaram de tamanho. Segundo as planilhas de Funaro, em 2011 Cunha recebeu do contador R$ 920 mil. Em 2012, recebeu R$ 13,60 milhões. No ano seguinte, foram 63 entregas que somam R$ 16,40 milhões. Em 2014, ano de eleição, Cunha recebeu R$ 57,20 milhões de Lúcio Funaro. Em 2015, o valor de R$ 1,30 milhões aparece nas planilhas. Entre 2011 e 2015, foram quase R$ 90 milhões.

Em outro relatório, a PF também encontrou indícios de que Funaro teria repassado valores milionários para o outro pemedebista da cúpula de Temer, Geddel Vieira Lima. Os valores de Geddel somam mais de R$ 17 milhões entre 2012 e 2015.

Para além de Cunha e Geddel, entram na conta também R$ 30 milhões que Funaro recebeu de Joesley Batista, da JBS, como propina para pagar políticos em 2014.

Com informações de O Globo




Tópicos relacionados

PMDB   /    Operação Lava Jato   /    Eduardo Cunha   /    Política

Comentários

Comentar