Sociedade

Crivella quer carnaval com catraca, enquanto debocha da desgraça da população do RJ

Enquanto Crivella é negligente com a vida das 5 pessoas que morreram, ficaram desalojadas (mais de 2 mil), e sem energia elétrica por mais de um dia inteiro no caso de alguns bairros, vítimas do descaso da prefeitura, ele está pensando em como atacar a folia das pessoas no ano que vem.

sexta-feira 23 de fevereiro| Edição do dia

Após gastar R$ 3,3 milhões com o falido Blocódromo na Barra da Tijuca (que só funcionará em julho), Crivella quer agora colocar catracas e detectores de metal nos blocos de rua. Ele se diz preocupado com a violência nos blocos, quer controlar o carnaval das massas, mas o que está por trás disso é uma atitude deliberada de cercear a festa, do centro da cidade até a zona sul, área rica da cidade. Já foi definido que os blocos não serão mais autorizados no Aterro do Flamengo, em Copacabana e em toda orla da Zona Sul.

Além dessas medidas o prefeito estuda atacar os blocos clandestinos que desfilam sem autorização, ir atrás de ambulantes sem autorização, como já fez em grande escala esse ano, apreendendo e reprimindo os vendedores. Enquanto tantoDois parlamentares do PSOL-RJ já criaram evento "Pular a Catraca do Crivella no Carnaval 2019" no facebook para protestar contra a medida do prefeito que quer acabar com o carnaval de rua na marra.

Veja o Evento aqui

Nessa quarta-feira, 21/02, a prefeitura anunciou que estuda colocar catracas no carnaval de 2019.

Ao invés de estar:

1) planejando a estratégia de prevenção contra as chuvas de março do ano que vem;

2) pensando campanhas contra o assédio nos blocos;

3) ou até estar presente no carnaval para acompanhar o dia a dia da época de maior festa e movimento da cidade com políticas públicas sérias;

O prefeito dá mais uma "Crivellada" anunciando outra medida sem noção de repressão pro Carnaval.

Confirma aí presença quem acha essa ideia horrível para que ele possa entender isso desde agora.

#CrivelladasDoCrivella #CarnavalSemCatraca




Tópicos relacionados

Marcelo Crivella   /    Sociedade   /    Rio de Janeiro   /    Política

Comentários

Comentar