CRIVELLA NA ROCINHA

Crivella pede retorno do exército para reprimir na Rocinha

terça-feira 24 de outubro| Edição do dia

FOTO: Alexandre Brum / Agência O Dia

Após dois dias de tiroteio um no domingo (22) e outro na segunda (23) e a Polícia Militar do Rio de Janeiro assassinar uma turista espanhola e deixar dois feridos, o prefeito do Rio de Janeiro Marcelo Crivella pediu o retorno das forças armadas ao Rio de Janeiro.

“Nós temos feito pleitos ao governo federal para que venha nos ajudar [...] O Exército tem que voltar", disse Crivella ao ser perguntado por jornalistas sobre a situação na favela da Rocinha . "É importante que o governo federal cumpra com seu papel e nos ajude a combater crimes cuja responsabilidades são deles”, completou o prefeito do Rio.

O prefeito Marcelo Crivella que esteve fora do Rio de Janeiro viajando para vender a cidade, agora tenta responder a repressão da cidade com mais repressão e medo. Já o tal "banho de loja" que prometeu não passou de promessa de político.

Mesmo após os abusos dos militares com destruição de casas, arrombamento de casas roubos e uma grande repressão com a falida de guerra às drogas que assassina os negros e pobres nas favelas.




Tópicos relacionados

Exército   /    favela   /    Marcelo Crivella

Comentários

Comentar