Política

MARCELLO CRIVELLA

Crivella diz que seus Guardiões são apenas para informar a população

Após a denúncia que o prefeito do Rio contratava servidores públicos para intimidar pacientes e repórteres que denunciavam a situação de calamidade da saúde carioca, Crivella agora diz que eram apenas cidadão que iam de plena e espontânea vontade desmentir as "mentiras" da Globo sobre a saúde carioca.

quarta-feira 2 de setembro| Edição do dia

A saúde carioca vem enfrentando uma situação de calamidade há anos, gerando inclusive uma forte greve no ano passado contra o atraso nos salários. Essa situação ficou evidente na pandemia de coronavírus, onde o Rio tem uma das maiores taxas de letalidade.

Para esconder essa situação, desde 2018 Crivella contratou funcionários públicos para atuar como verdadeiro jagunços na porta dos hospitais, intimidando jornalistas e quem fosse ali reclamar da situação da saúde, os chamados "Guardiões do Crivella" como foi denunciado na segunda feira.. Os "Guardiões" atuavam inclusive no pico da pandemia.

Após 24 horas o prefeito resolveu se pronunciar, e disse que os Guardiões eram apenas cidadãos que, por pura e espontânea vontade, iam na porta dos hospitais para "desmentir" o que seria as supostas fake news da Globo sobre a situação da saúde no Rio. No entanto não explica porque eram justamente funcionários contratados pela prefeitura que estavam fazendo esse papel.

Essa declaração de Crivella só torna ainda mais absurda a situação em que com a saúde numa situação de calamidade, como já denunciamos aqui no Esquerda Diário, o prefeito prefere em investir em jagunços pra intimidar os usuários e os jornalistas.

Também colocamos que não podemos confiar na Globo. Apesar de atacar Crivella, a Globo faz isso apenas por seus interesses eleitorais. Inclusive, a Globo apoiou ativamente o teto de gastos e várias outras medidas que precarizaram a saúde nos últimos anos no Rio e no Brasil. Aliás, o processo de precarização da saúde já vem de décadas e foi aprofundado com o processo de privatização pelas OSs, que começaram massivamente sob a gestão de Paes.

Por isso, nós do MRT e do Esquerda Diário repudiamos os absurdos da gestão Crivella na saúde e convocamos os trabalhadores da saúde e a população carioca a se mobilizar sem depositar nenhuma confiança na Globo ou em candidatos como Paes, que já mostraram ao que vieram.

Veja também: Eleições no Rio: qual caminho para que os capitalistas paguem pela crise?




Tópicos relacionados

Marcelo Crivella   /    Rio de Janeiro   /    Saúde   /    Rio de Janeiro   /    Política

Comentários

Comentar