SAÚDE

Crivella deixa hospital sem comida

Funcionários e familiares dos doentes afirmam que não há alimentos para oferecer café da manhã e almoço aos pacientes.

quarta-feira 29 de novembro| Edição do dia

O Hospital Municipal Rocha Faria, que é gerido por uma OS (organização social) “vem” sofrendo com falta de alimento no café da manhã e no almoço. Alguns pacientes ficaram com fome pois não tem dinheiro para comprar comida.

Na manhã desta terça-feira (28), funcionários do hospital fizeram um protesto pedindo mais verbas para a Saúde e a regularização dos salários. Os profissionais também reclamaram da falta de condições de trabalho.

A precarização na Saúde do Rio avança em passos largos. O problema atinge vários setores do hospital, como obstetrícia e quem está internado, principalmente, na emergência.

"Não tem comida hoje para os pacientes. Não teve o café da manhã, não tem o almoço e hoje não tem comida. São 10h30 da manhã, os pacientes se encontram sem café da manhã, sofrendo de hipoglicemia, paciente suando frio, sem material para fazer o curativo, sem cobertura. Os funcionários estão chorando pelos cantos, que você não tem mais o que fazer dentro desse hospital. A situação está de calamidade total. Ou os governantes tomam uma providência ou o nosso hospital vai fechar as portas", disse um servidor que não quis se identificar.

Quando o atual prefeito Marcello Crivella fazia sua campanha eleitoral sempre dizia que iria cuidar das pessoas ,agora que é prefeito não investe em saúde e deixa seus servidores sem salário mostrando que as pessoas que ele cuida são apenas os apadrinhados da universal.

Os servidores da saúde estão desde outubro de greve por uma saúde publica e de qualidade, todo apoio a luta dos servidores!!!




Tópicos relacionados

Saúde

Comentários

Comentar