Política

CRIVELLA CORTA

Crivella cortou da ginástica para idosos, mostrando como ’cuida das pessoas’

terça-feira 17 de outubro| Edição do dia

A ginástica para idosos oferecida pela Secretaria de Assistência Social da Prefeitura do Rio de Janeiro também sofreu com os cortes do prefeito Bispo Marcelo Crivella, que reduziu seu orçamento para menos de um terço do valor original para 2018.

Crivella propõe que o orçamento das atividades que ocorrem nas praças do Rio de Janeiro, nos aparelhos instalados pela prefeitura, reduzam de R$ 18,5 milhões para R$ 5,8 milhões. Isso significa cortar diretamente dos assistentes sociais e instrutores dos 150 núcleos deste projeto. Ou seja, praticamente reduzindo as atividades em menos de 1/3 do original.

Enquanto isso, os cariocas pagam R$ 5 mil reais à cada dia que o filho de Crivella vai para prefeitura trabalhar. Que jeito de "economizar", cortando da população, dos servidores e da assistência social, enquanto garante altos salários à seus cargos comissionados, e garante isenções fiscais para empresários de ônibus que cortam do Passe-Livre estudantil.

Crivella está "cuidando das pessoas". No caso, das pessoas ricas, enquanto a população pobre sofre com descaso e ainda atura a censura que Crivella quer impor à cultura negra e à arte do Rio de Janeiro, proibindo o Queermuseu e outras exposições ou perseguindo as rodas de samba e o Carnaval.




Tópicos relacionados

Marcelo Crivella   /    Rio de Janeiro   /    Política

Comentários

Comentar