Educação

CRISE ORÇAMENTÁRIA

Crise nos estados pode causar desmonte nas universidades análogo ao da ditadura

terça-feira 11 de julho| Edição do dia

FOTO: Carlos Eduardo Cardoso

A crise dos estados põe em cheque toda a rede de ensino e pesquisa do país com cortes orçamentários análogos com as aposentadorias e afastamentos compulsórios de docentes na época da ditadura, segundo Glauco Arbix, pesquisador do Observatório de Inovação e Competitividade do Instituto de Estudos Avançados e professor da USP.

Em matéria da UOL, o docente afirma que “as universidades vão sentir, daqui a dez anos, os efeitos na interrupção na formação de novos acadêmicos. Haverá mais professores crus, sem formação rigorosa, como aconteceu quando caçaram toda uma geração durante a ditadura”. Ou seja, como já pode ser visto na UERJ, com os 335 pedidos de exoneração entre 2014 e fevereiro de 2017 por parte de docentes e funcionários pelo não pagamento de seus salários, a crise descontada nas costas de quem constrói a universidade é sentida até por docentes, que ganham um salário mais considerável do que técnicos-administrativos.

Saiba mais: Crise: qual a saída pra UERJ?




Tópicos relacionados

crise econômica   /    UERJ   /    Universidade   /    Educação

Comentários

Comentar