Criminosos se passam por fiscais do TRE e invadem sala de professores da UENF

Homens disfarçados de agentes do TRE tinham uniforme do TRE e mandato falsificado.

segunda-feira 29 de outubro| Edição do dia

Além da absurda repressão do TRE às faculdades, agora os professores também tem de enfrentar a perseguição de agentes falsos. Na UENF (Universidade Federal do Norte Fluminense), eles foram na sala de dois professores, Fabio Py e Marcos Pedlowski, que tem um blog influente e denunciou a invasão. O segundo, porém, estava em Portugal durante o acontecido. Após não acharem materiais de campanha, os falsos agentes ficaram questionando o professor Fabio quanto a atuação política e acadêmica dos dois e ainda pediram para que ele assinasse o mandato. Apesar deles terem uniformes e um mandato assinado, o que levantou suspeita é o fato de que a reitoria tinha pedido para que qualquer ação dessas fosse avisada a reitoria e acompanhada por um servidor da instituição. O TRE se pronunciou apenas dizendo que não cabia a ele investigar.

Nós rechaçamos essa provocação autoritária e levantamos a necessidade de se montar milhares comitês de autodefesa e de combate a Bolsonaro e a extrema direita pelos pais, tarefa que exigimos que as centrais sindicais como a CUT e a CTB e entidades estudantis como a UNE encabecem.




Tópicos relacionados

Comitês contra Bolsonaro   /    Bolsonaro   /    "Partido Judiciário"   /    Poder Judiciário   /    Rio de Janeiro

Comentários

Comentar