Internacional

PRISÕES ARBITRÁRIAS

Cresce repúdio à detenção do dirigente do PTS/Frente de Esquerda

Se trata de Guillo Pistonesi, que foi preso instantes antes de se realizar o ato da FIT em rechaço à cúpula do G20. Leia aqui algumas declarações de repúdio à sua detenção.

sábado 1º de dezembro| Edição do dia

Foto: Dino Calvo/Infobae

Assim que se soube da notícia que Guillo Pistonesi, representante do PTS/FIT e assessor parlamentar dos deputados Nicolás del Caño e Nathalia Gonzalez Seligra, foi detido pela polícia, começaram a se tornar públicas declarações em repúdio a ação policial e exigindo sua imediata liberdade.

Reproduzimos abaixo essa declarações:

EMVyJ (Encuentro, Memoria, Verdad y Justicia)

Em uma nova demonstração de que o operativo montado pelo governo tem como objetivo obstruir qualquer tipo de manifestação, inclusive o que se tinha dito permitir, há alguns minutos foi detido o companheiro Guillo Pistonesi, dirigente do PTS, sob a desculpa de que os companheiros não tinham autorização para portar walk-talkies, atividade completamente legal e usual em qualquer manifestação. O governo usa do poder para “autorizar” o exercício do direito de se manifestar e mobilizar contra ele mesmo, deixando assentada a ameaça repressiva ao explicitar: “em qualquer caso que haja situações que coloquem em risco a segurança das pessoas, os bens públicos e/ou privados as forças de segurança atuaram de maneira imediata de acordo com a Constituição e as Leis”. O governo declarou um virtual estado de sitio para blindar a reunião do G20, e esta detenção precoce e arbitrária, demonstra que existe um operativo em curso do macrismo para desmobilizar. Desde o EMVyJ repudiamos a detenção do companheiro Pistonesi e exigimos sua imediata liberdade. Convocamos novamente os companheiros a nos mobilizar contra o G20 imperialista, hoje mais do que nunca, as 15 horas em San Juan e 9 de Julio.

COMITÊ EXECUTIVO DA ATEN CAPITAL

Desde o comitê executivo da Aten capital repudiamos o milionário operativo repressivo do governo nacional e exigimos a imediata libertação dos detidos.

Enquanto se dirigiam à concentração convocada pela Frente de Esquerda e dos Trabalhadores foram detidos o representante do PTS, Guillo Pistonesi, e outro militante deste mesmo partido. Em um ataque flagrante a democracia, detêm, sem motivos, militantes iam se manifestar contra a presença na Argentina dos presidentes do G20, os maiores responsáveis pelo saque mundial, pelas guerras e fome em todo o mundo.

Basta de repressão, liberdade imediata aos detidos, todos às marchas de repúdio em todo o país.

Frente de Izquierda en Humanidades - UNCO

Desde a Frente de Esquerda em Humanidades - UNCO, nova direção do CEHuma, exigimos a liberdade imediata de Guillo Pistonesi, representante nacional do PTS na FIT, detido a caminho da manifestação contra a Cúpula do G20.

Esta ação é com o intuito de amedrontar a todos e todas as participaremos da marcha nacional contra os assassinos, xenófobos, misóginos e imperialistas responsáveis pela fome, pela guerra e pela miséria no mundo.

Não nos amedrontam! Repudiamos o governo e suas forças repressivas! Liberdade imediata dos detidos políticos!

Fora imperialismo da Argentina e América Latina!

CONSEJO EJECUTIVO SECCIONAL SUTEBA MATANZA - Conducción Multicolor

Desde o comitê executivo da SUTEBA LA MATANZA repudiamos o milionário operativo repressivo do governo nacional e exigimos a imediata libertação dos detidos.

Enquanto se dirigiam à concentração convocada pela Frente de Esquerda e dos Trabalhadores foram detidos o representante do PTS, Guillo Pistonesi, e outro militante deste mesmo partido. Em um ataque flagrante a democracia, detêm, sem motivos, militantes iam se manifestar contra a presença na Argentina dos presidentes do G20, os maiores responsáveis pelo saque mundial, pelas guerras e fome em todo o mundo.

Basta de repressão, liberdade imediata aos detidos, todos às marchas de repúdio em todo o país.

Também o jornalista Alejandro en Bercovich criticou a detenção arbitrária.

Tradução do tweet: A custo de que ou por qual motivo prenderam o representante do PTS, Guillo Pistonesi, ministros Pato Bullrich e Diego Santilli?

Por sua parte, Marcelo Ramal do Partido Obreiro (PO) integrante da Frente de Esquerda, pediu "a imediata liberdade de Guillo Pistonesi".

Traduação do tweet: Imediata liberdade a Guillo Pistonesi, representante do PTS. O G20 é um pretexto para um verdadeiro estado de sítio na cidade.

Tradução do tweet: [GRAVE] Polícia de Buenos Aires deteve o dirigente do PTS por "portar walk-talkies", autorizado pelo juiz Bonadio. Exigimos a imediata liberdade de “Guillo” Pistonesi.

Leonardo Groso, deputado nacional do Evita, expressou que "repudiamos a detenção sem fundamento, arbitrária e ilegal".

Tradução do tweet: Repudiamos a detenção sem fundamento, arbitrária e ilegal ordenada por Bullrich e Santilli contra Guillermo Pistonesi do PTS.
Exigimos sua imediata liberdade.
Basta de criminalizar protestos, basta de pisotear as leis e os direitos de quem se manifesta.

A detenção de Pistonesi aconteceu instantes antes de começar o ato da Frente de Esquerda em rechaço a realização do G20, foi denunciada pelo deputado nacional pelo PTS, Nicolás del Caño:

Tradução do tweet: Guillo Pistonesi representante de nosso partido quando se dirigia a mobilização contra a Cúpula do G20 junto ao vereador Patricio del Corro. Exigimos sua liberdade!




Tópicos relacionados

G20 na Argentina   /    PTS   /    PTS na FIT   /    Internacional

Comentários

Comentar