Juventude

UNICAMP

Creche da Unicamp é ameaçada com demissões de professoras

Desde as 9h da manhã desta sexta (14), professoras e funcionários da creche universitária da UNICAMP, mães, pais, crianças e apoiadores estão concentrados em frente a reitoria da universidade.

Cássia Silva

estudante de Ciências Sociais na Unicamp e militante da Faísca

sexta-feira 14 de julho| Edição do dia

A reunião da comissão conformada com o reitor Marcelo Knobel deu início às 10h30 negociará o impedimento do encerramento de contrato temporário das professoras admitidas durante a greve de 2016.

Com cerca de 1000 crianças, a permanência dessas contratações é essencial para a manutenção do sistema educacional básico. Além do que, com o encerramento de contrato das professoras temporárias, Marcelo Knobel dá início à sinalização de desmonte da creche universitária, como Zago, reitor da USP, quis fazer com a creche Oeste da universidade.




Tópicos relacionados

luta por creches   /    Campinas   /    Juventude

Comentários

Comentar