REACIONARISMO

Cotado para Saúde já disse que mulheres não deveriam votar: "é só fazer campanha sedutora"

“Quando as mulheres têm direito ao voto, a campanha publicitária eleitoral fica muito fácil de ser feita, é só fazer campanha sedutora. É assim que se ganha eleição. Metade das pessoas votando é mulher. O Collor foi eleito porque era bonitão”

terça-feira 19 de maio| Edição do dia

O youtuber e médico Ítalo Marsalli em uma live realizada em conjunto com o Brasil Paralelo, uma think tank de extrema direita que produz documentários e series extremamente reacionárias, afirma que a crise da regência do estado é culpa das mulheres e do seu poder de voto, direito esse que foi conquistado no Brasil em 1932, conquistado pela luta das mulheres.

Em sua fala Marsalli diz que as mulheres não deveriam votar, pois não sabem escolher seus candidatos ou não entendem sobre as crises que acontecem no estado, para justificar essa fala machista, o youtuber utiliza-se do exemplo da democracia grega e afirma que foi a única que funcionou pois não eram todos que possuíam o direito do voto.

“Quando as mulheres têm direito ao voto, a campanha publicitária eleitoral fica muito fácil de ser feita, é só fazer campanha sedutora. É assim que se ganha eleição. Metade das pessoas votando é mulher. O Collor foi eleito porque era bonitão”, disse Marsalli cotado para assumir o Ministério da Saúde do governo Bolsonaro, depois que Teich pediu sua demissão na última semana. Marsalli tem forte dos bolsonaristas ligado ao Olavo de Carvalho e diz que recebeu apoio de ministros e militares ligados ao governo do Bolsonaro.

As declarações desse asqueroso machista escancara o futuro de opressões que o governo Bolsonaro tem preparado para as mulheres, o Brasil é quinto país que mais mata mulheres no mundo, todos os dias milhares de mulheres sofrem com o assedio e com a opressão, seja nas ruas, dentro dos seus lares ou no trabalho, provenientes do patriarcado que junto com o capitalismo transformam as mulheres em serem inferiores, que segundo Marsalli, não são capazes de pensar para escolher um candidato político que a represente.

Essas declarações também esquecem de que são as mulheres que estão na linha de frente para o combate ao Coronavirus no Brasil, que já passa dos 13 mil mortes em todo território brasileiro, são elas as profissionais de saúde que colocam suas vidas em risco para salvar os Brasileiros que estão contaminados pelos vírus, e essas mulheres não possuem a capacidade de escolher os seus representes?

São sim capazes, todos os dias milhares de mulheres colocam suas vidas nas lutas políticas para serem representadas no cenário político que machista e reacionário, lutam para terem representantes que falam por elas e que lutem por elas.

Declaramos toda a nossa solidariedade as mulheres que estão na linha frente para enfrentarmos essa pandemia dessa crise sanitária do coronavírus, as profissionais de saúde e dos serviços essências. Para dar um basta nesses reacionários é necessário lutar pelo Fora Bolsonaro, Mourão e Militares e por uma Assembleia Constituinte Livre e Soberana.




Tópicos relacionados

Crise do Coronavírus   /    bolsonarismo   /    Ministério da Saúde   /    Machismo

Comentários

Comentar