Internacional

Costa Rica: “O vírus é natural, mas o capitalismo é a causa da crise que nos açoitou”

Paola Zeledón, trabalhadora de call center e militante da Organização Socialista (OS) representou os trabalhadores da Costa Rica no ato internacionalista do 1 de maio organizado pela Rede Internacional do Esquerda Diário e pela Fração Trotskista – IV Internacional.

sexta-feira 1º de maio| Edição do dia

Paola Zeledón, da OS, afirmou em seu discurso no ato que, apesar da pandemia causada pelo coronavírus, a causa da crise que está atingindo até mesmo as cidades mais importantes do mundo é o capitalismo.

Na Costa Rica, o governo de Carlos Alvarado “faz tudo que é possível para manter os lucros dos empresários e dos grandes capitalistas.”

Conforme denunciou Zeledón, o trabalho informal e precário no país chega a 47% da força de trabalho e “o capital transnacional e imperialista rouba os recursos do país por meio da dívida externa e a exploração de milhares em zonas francas e na agroindústria.”

Há apenas poucas semanas, a Organização Socialista inaugurou o Esquerda Diário Costa Rica, se somando à Rede Internacional que luta para ser uma voz da classe trabalhadora internacionalmente em luta contra a exploração capitalista. Nesse 1 de maio, os companheiros da OS se somam a esse esforço e dizem: “Saudamos com muitíssimo orgulho este 1º de Maio, o dia internacional da classe trabalhadora, e este ato internacionalista e revolucionário.”




Tópicos relacionados

1 de Maio   /    Primeiro de Maio   /    Internacional

Comentários

Comentar