Política

TEMER

Coronel aposentado da PM amigo de Temer é suspeito de fraudar licitação

Documentos da Junta Comercial de São Paulo mostram que o Coronel João Baptista de Lima Filho, amigo do presidente golpista Michel Temer, participou de um contrato de R$162 milhões, sem ganhar a licitação que foi vencida por uma empresa da Suécia.

terça-feira 20 de junho| Edição do dia

Foto: Lula Marques/AGPT

O contrato foi assinando em maio de 2012 entre a AF consult, sediada em Estocolmo na Suécia e com um braço na Finlândia, que venceu a concorrência internacional, e a Eletronuclear, empresa de economia mista controlada pela União, que teve seu ex-presidente Othon Luiz Pinheiro da Silva preso e condenado a 43 anos de prisão.

Dos R$162 milhões, R$ 55 milhões já foram pagos. Porém o Tribunal de Contas da União paralisou o contrato desde agosto por suspeitas de irregularidades.

A Argeplan Arquitetura, empresa do coronel, não aparece como contratada pela Eletronuclear nos registros oficiais. Porém a empresa Argeplan Arquitetura criou outra firma, a AF Consult do Brasil, que foi contratada pela AF Consult da Finlândia para a execução do contrato, empresa esta que fez com que a brasileira cumprisse a clausula do edital internacional, que obrigava a empresa a colocar 80% do pacote terceirizado para empresas do Brasil.

A AF Consult do Brasil tem dois sócios: o braço suíço da própria AF Consult e a Argeplan, da qual o coronel é sócio formal desde 2011, e tem como administrador o filho do sócio do coronel João Baptista de Lima filho na Argeplan.

As duas empresas também possuem um endereço próximo, segundo o site da multinacional o endereço da AF Consult fica ao lado da Argeplan, empresa do Coronel Lima.

O coronel João Baptista Lima Filho é amigo de longa data do presidente golpista. Ele assessorou Michel Temer quando o peemedebista assumiu pela primeira vez a Secretaria da Segurança Pública do governo paulista, ainda nos anos 80. Desde então, a relação entre os dois estreitou-se. “Coronel Lima”, como é conhecido, virou homem de confiança do presidente: por muitos anos atuou em campanhas, muitas vezes no papel de coordenador dos comitês eleitorais de Temer.




Tópicos relacionados

Governo Temer   /    Corrupção   /    Política

Comentários

Comentar