Sociedade

Contrariando dados científicos, governo Bolsonaro não irá realizar testes em massa para a população

O plano de contingência do Ministério da Saúde para o COVID-19 expressa que os testes serão feitos somente nos casos mais graves de pacientes que já se encontram na UTI, contrariando recomendações feitas pela Organização Mundial da Saúde com base em resultados de estudos científicos sobre a Pandemia.

quinta-feira 19 de março| Edição do dia

O plano de contingência para o COVID-19, que pode ser acessado no site do Ministério da Saúde, cita que: “A fase de mitigação tem início a partir do registro de 100 casos positivos do novo coronavirus. A partir deste momento, não se realiza o teste de todos os casos, apenas de casos graves em UTI.” Isto vai completamente contra as recomendações da Organização Mundial de Saúde.

Em uma coletiva em Bruxelas, o diretor geral da OMS, Tedros Adhanom Ghebreyesus, afirmou: “Nós temos uma mensagem simples para todos os países: testar, testar e testar!” Esta recomendação não surgiu do nada e nem é fruto de nenhuma conspiração olavista mirabolante, esta afirmação nada mais é do que a expressão de diversos estudos científicos que em um momento de crise como este, nem os capitalistas podem se dar ao luxo de ignorar.

Usando alguns dados citados nesta entrevista é possível entender melhor essa recomendação. Na Itália em 21 dias morreram cerca de 1000 pessoas infectadas pelo COVID-19. No mesmo período, na Coréia do Sul, morreram cerca de 64. A principal diferença observada é que no primeiro país a estratégia de mitigação se baseou fortemente na tentativa de isolamento e quarentena de toda população, o que pela irracionalidade do sistema capitalista acaba se tornando inviável. Como estamos denunciando no esquerda diário a classe trabalhadora não tem o direito de se proteger da quarenta, continua se expondo aos riscos quando é forçada a trabalhar para garantir o lucro dos empresários.

Por outro lado na Coréia do Sul foram realizados testes em massa na população, o que permitiu o rastreamento e isolamento dos possíveis portadores assintomáticos, o que permitiu uma maior eficiência na quarentena e a possibilidade de um controle maior da pandemia naquele país. Mesmo o Banco Mundial, uma organização fortemente imperialista que conduz diversos ataques aos países subdesenvolvidos,

foi obrigado a se curvar diante das evidências

Nossa saúde vale mais do que o lucro deles!

* * * * * * * * *
CORONAVÍRUS: ENVIE SUA DENÚNCIA
Contato / WhatsApp / Signal / Telegram: +55 11 97750-9596
E-mail: [email protected]

Contribua com o Esquerda Diário!

Siga o Esquerda Diário nas redes sociais!
Youtube: Esquerda Diário
Instagram: @EsquerdaDiarioOficial
Twitter: @EsquerdaDiario
Facebook: Esquerda Diário




Tópicos relacionados

Coronavírus   /    Sociedade

Comentários

Comentar