Política

POLÍTICA

Contra os ataques virtuais da direita, toda solidariedade aos companheiros do PSOL

Através dessa nota, o Esquerda Diário e o MRT, vem expressar a sua profunda solidariedade aos companheiros do PSOL que nesse último período vem sofrendo ataques de diversos grupos de direita e extrema-direita.

sexta-feira 11 de setembro| Edição do dia

Recentemente companheiros do PSOL foram atacados por grupos de extrema direita que invadiram suas atividades virtuais para pré-candidaturas em vários estados. Durante as atividades, os invasores exibiram seu racismo e machismo, deixando claro que se tratavam de ações estruturadas contra a esquerda.

Esses grupos que compõem o núcleo duro bolsonarista conduzem esses ataques buscando deslegitimar as posições da esquerda. Tentam, a partir de diferentes maneiras, nos desmoralizar por saberem que defendemos projetos de sociedade que se contrapõe ao reacionarismo deles, tudo isso a fim de dividir e calar os setores da nossa classe e da esquerda.

É importante combatermos esses ataques objetivando nosso fortalecimento e o dos trabalhadores contra esse regime degradado de conjunto, fruto do golpe institucional.

Através dessa nota, o Esquerda Diário e o MRT, vêm expressar a sua profunda solidariedade aos companheiros do PSOL que nesse último período sofreram ataques de diversos grupos de direita e extrema direita. É inadmissível para nós qualquer tipo de ataque da extrema direita contra partidos de esquerda e nos colocamos ao lado dos companheiros para combater este tipo de ação. Seguiremos reivindicando espaços nos quais possamos discutir nossas diferenças frente à crise atual, a fim de que a classe trabalhadora seja fortalecida contra a direita de conjunto, inclusive contra os atores institucionais (como STF, o congresso e o militares) e compreendemos que parte importante disso é nos colocarmos contra os ataques da direita dirigidos a outros companheiros.

Estaremos firmes para a construção de uma esquerda combativa para que ela utilize do poder das ideias revolucionárias para ampliar a consciência dos trabalhadores e contribuir com o processo de transformação da realidade, a partir de uma política orientada pela independência de classe, visando o fim desse regime. Reforçamos, então, nossa solidariedade aos companheiros contra as inúmeras tentativas de silenciamento.




Tópicos relacionados

Governo Bolsonaro   /    Extrema-direita   /    PSOL   /    Política

Comentários

Comentar