Sociedade

SP: CONTRA O AUMENTO DA PASSAGEM

Contra aumento na passagem de ônibus, manifestantes bloquearam a Raposo Tavares

terça-feira 15 de janeiro| Edição do dia

Um protesto interditou o quilômetro 11 da rodovia Raposo Tavares, no sentido São Paulo, na manhã desta terça-feira, 15. Até 6h40, havia congestionamento até o quilômetro 16 e os veículos trafegavam pelas faixas 2 e 3.

De acordo com imagens do SPTV, da Rede Globo, a frase "4,30 não" foi pintada na rodovia junto a uma barricada de pneus pegando fogo. A Polícia Militar e o Corpo de Bombeiros foram acionados. Não há presença de manifestantes no local.

Desde o último dia 7 de janeiro, as passagens de ônibus na capital paulista sofreram um aumento abusivo de R$ 4 para R$ 4,30 - um acréscimo de 7,5% e muito acima da inflação. Enquanto os trabalhadores sofrem com o congelamento de salários, para beneficiar as empresas de transporte e seus lucros, os políticos reajustam a passagem acima da inflação.

É necessário organizar a juventude e os trabalhadores para barrar o aumento da tarifa com uma luta real onde a entrada em cena dos trabalhadores com seus métodos de mobilização pela base, atos de rua e greves imponham verdadeiramente um programa que fortaleça a aliança entre trabalhadores do transporte com a população para lutar por um transporte público, gratuito e sob controle dos trabalhadores.

Trabalhadores e juventude podem juntos derrubar abusivas passagens no transporte em SP

Com informações da agência Estado.




Tópicos relacionados

Sociedade   /    São Paulo (capital)

Comentários

Comentar