MRT

AUTORITARISMO

Contra a censura do STF e a disputa de autoritarismos com a Lava Jato

Marcello Pablito, militante do MRT e trabalhador do restaurante universitário da Universidade de São Paulo e diretor do Sintusp denuncia escalada autoritária do STF que impõe censura para reafirmar seu poder moderador de cunho verdadeiramente imperial, numa disputa de autoritarismos com a Lava Jato.

terça-feira 16 de abril| Edição do dia

STF censura revista pró-Lava-Jato por denúncia contra Dias Toffoli

"É preciso repudiar a escalada autoritária do STF, um dos pilares do golpe institucional, que está impondo censura para reafirmar seu poder moderador de cunho verdadeiramente imperial.
Do outro lado os defensores da Lava Jato e o bolsonarismo, outros pilares do golpismo, pedem o fechamento do STF. Querem combater o STF reforçando seja o poder dos procuradores, seja clamando pela botina dos milicos, para serem a força arbitrária predominante nesse regime de democracia degradada capitalista.

Nessa disputa, cada avanço na ditadura da toga, ou de farda, é uma arma que vai ser usada para atacar a esquerda, a classe trabalhadora e a juventude.

Por isso, o repúdio à ofensiva autoritária do STF significa também repudiar os métodos tirânicos da Lava Jato. O conjunto do autoritarismo judiciário, em suas distintas variantes, só pode ser combatido com a imposição pela luta de que todos os juízes, procuradores e magistrados sejam eleitos e revogáveis, recebendo o mesmo salário de um trabalhador, que as cortes superiores e todos os crimes de corrupção sejam julgados por júris populares.

Contra o crescente autoritarismo militar, exigimos o fim da justiça militar, o fim de todos os órgãos de espionagem, como a Abin e o GSI, e a punição para todos os torturadores e assassinos da ditadura.

Isso está ligado ao rechaço à reforma da previdência e a mobilização dos trabalhadores e da juventude pelo não pagamento da dívida pública, para que sejam os capitalistas que paguem pela crise."




Tópicos relacionados

Marcello Pablito   /    STF   /    Operação Lava Jato   /    MRT   /    Política

Comentários

Comentar