Política

CRISE RIO DE JANEIRO

Contas do Rio bloqueadas novamente e servidores continuam sem salario

As contas do governo do Rio de Janeiro foram bloqueadas pela União nesta quarta, 22, por conta das dívidas do Estado. Com os 220 milhões bloqueados o pagamento já parcelado dos servidores está comprometido.

quarta-feira 22 de fevereiro de 2017| Edição do dia

O bloqueio ocorreu após o pagamento da parcela de R$577,00 do mês de fevereiro, mas as parcelas subsequentes estão comprometidas e os servidores não sabem quando vão recebê-las. Esse pagamento é ainda parte do calote que Pezão deu nos servidores em janeiro deste ano.

É mais um bloqueio nas contas para chantagear os servidores que estão sofrendo com a falta de salários e fazer passar o pacote de ajustes acordado por Temer e Pezão, e que já teve na privatização da CEDAE o seu ponta pé inicial, mas que quer avançar ainda mais, como podemos ver com o risco de fechamento da UERJ.

Os golpistas usam o discurso de ajuda ao Rio de Janeiro, para privatizar e precarizar ainda mais os direitos básicos da população. Mas para os banqueiros e empresários não falta dinheiro, como podemos ver com as isenções, os milhões que Pezão deu à Oi e Claro e com a dívida pública que enche os bolsos dos banqueiros.

Pezão e Temer fazem do Rio de Janeiro o grande “laboratório” para passar os ataques, mas lá também deve ser a nossa fortaleza para resistir e lutar contra os que querem destruir o futuro dos trabalhadores e da juventude e fazer com que paguem os salários com os lucros dos capitalistas.




Tópicos relacionados

Luiz Fernando Pezão   /    Crise no Rio de Janeiro   /    Governo Temer   /    Política

Comentários

Comentar