Sociedade

MILITARIZAÇÃO DO RJ

Conheça o General Braga Netto, interventor do RJ, especialista em repressão

General Walter Souza Braga Netto, que será nomeado interventor do Rio de Janeiro, possui o currículo de um especialista no comando de operações de militarização das cidades para manutenção da "ordem e paz". Seu histórico inclui o comando das operações de segurança durante os Jogos Olímpicos, tendo sido também um dos responsáveis pela “Operação Capixaba”.

sexta-feira 16 de fevereiro| Edição do dia

Ainda nessa manhã, o presidente Michel Temer deve assinar o decreto que nomeará o Comandante Militar do Leste, General Walter Souza Braga, como o interventor federal nas Segurança Pública do Rio. O decreto passará para o comando do interventor toda área de segurança do estado, incluindo as forças policiais civis e militar, o corpo de bombeiros e demais instituições.

O general Braga Netto pode ser considerado um especialista no quesito de intervenção das forças armadas na segurança pública das cidades estados. A primeira atuação do general que se destaca foi como Coordenador Geral da Assessoria Especial para os Jogos Olímpicos e Paralímpicos, quando em nome da manutenção da segurança durante os jogos, militarizou-se e reprimiu-se principalmente as favelas cariocas.

Outra operação em que o general exerceu liderança foi na “Operação Capixaba”, quando, reivindicado melhores condições de trabalho, parentes de policiais militares acamparam em frente aos batalhões, impedindo a saída dos agentes de segurança.

O histórico de atuações do general demonstra seu destacado papel enquanto agente das forças de repressão federais para a manutenção da "ordem e paz", um verdadeiro especialista para a demonstração de combate à violência que Temer pretende dar à opinião pública, e principalmente, à bancada da bala, para angariar votos para a Reforma da Previdência.




Tópicos relacionados

Intervenção Federal   /    Forças Armadas   /    Sociedade   /    Política

Comentários

Comentar