×

Pinheirinho | Confira como foi o ato, hoje, em memória dos 10 anos da desocupação de Pinheirinho, em SJC

Hoje, 22 de janeiro, completam-se 10 anos da cruel desocupação do Pinheirinho, e diversos partidos, sindicatos e movimentos sociais, reuniram-se em frente ao terreno da antiga ocupação, na Estrada do Imperador, s/n, na região sul, para lembrar essa história. Veja abaixo imagens e o retrato de como foi a manifestação.

sábado 22 de janeiro | Edição do dia

O caso Pinheirinho

A memória do caso Pinheirinho continua viva e com muita revolta. A ocupação, que existiu por oito anos em São José dos Campos, em São Paulo, que foi um bairro auto-organizado pelo povo pobre e trabalhador que lutava por negociar a regularização da área e que, há 10 anos, em janeiro de 2012, sofreu com a repressão dos governos estadual e municipal de Geraldo Alckmin e Eduardo Cury, ambos do PSDB.

Foram centenas de idosos, crianças, mulheres e famílias surpreendidos no meio da madrugada por helicópteros, soldados, bombas de gás lacrimogêneo, spray de pimenta, cães e balas de borracha, fazendo com que perdessem tudo, sem tempo para pegar sequer documentos e pertences.

Veja mais: Há 10 anos de Pinheirinho, massacre do PSDB de Alckmin. Não esqueceremos!

O terreno está desde 2012 em mãos da empresa Selecta, do empresário Naji Robert Nahas, que nunca pagou um centavo de imposto sobre o terreno e deixa ele sem qualquer função social. E conta com o apoio da Justiça e dos governos.

Ato em memória dos 10 anos

O ato fez questão de bradar que não perdoamos e não esquecemos o verdadeiro aparato de guerra que foi montado pelo governo do PSDB de Geraldo Alckmin, esse mesmo que Lula agora faz questão tecer um projeto de conciliação e que insiste em destacar como um “social-democrata”, o ex-governador que comandou uma das polícias mais assassinas do Brasil e que aplicou ataques históricos à população, sendo Pinheirinho um dos casos mais emblemáticos.

Pode te interessar: 10 anos depois do Pinheirinho, Lula diz que espera estar junto de Alckmin nas eleições

No manifestação em memória e denúncia estiveram presentes centenas de pessoas além de várias organizações como a CSP-Conlutas, correntes do PSOL, PCB, além de movimentos sociais e movimentos de moradia. Nós do Esquerda Diário estivemos e cobrimos as manifestações, com a presença ativa do Movimento Revolucionário de Trabalhadores (MRT) e da Juventude Faísca. Veja mais abaixo as imagens da manifestação.




Comentários

Deixar Comentário


Destacados del día

Últimas noticias