#30J

Confira algumas metalúrgicas em que os trabalhadores paralisaram nesse 30J pelo Brasil

Nesse 30J, metalúrgicos tomaram a greve geral em suas mãos pelo Brasil e paralisaram contra as reformas que retiram os direitos dos trabalhadores e o governo golpista de Temer, principalmente nos estados de São Paulo e do Paraná. Confira:

sexta-feira 30 de junho| Edição do dia

FOTO: CSP-Conlutas

ESTADO DE SÃO PAULO
General Motors - São José dos Campos
Avibras - São José dos Campos
Prolind - São José dos Campos
Hitachi - São José dos Campos
Parker Filtros - São José dos Campos
Heatcraft - São José dos Campos
Parker Hannifin - Jacareí
Armco - Jacareí
Deca - Jacareí

ESTADO DO PARANÁ
Volvo
Renault
Bosch
New Holland
WHB
Brafer
Volkswagen

No vale do Paraíba, houve o bloqueio da Via Dutra no trecho de Pinda e entrada de fábricas.

No estado do Rio de Janeiro, trabalhadores metalúrgicos compuseram uma ação importante de fechamento da ponte Rio-Niterói pela manhã, bloqueando a passagem.

No estado de Minas Gerais, houve também uma concentração unificada na frente da fábrica Magnesita, composta por vários setores da indústria.

Em Pernambuco também houve participação pela manhã de setores de trabalhadores metalúrgicos nas manifestações que chacoalharam o estado.

Se você também ficou curioso sobre as manifestações e paralisações das outras categorias de trabalhadores pelo país, confira o artigo Veja no Esquerda Diário as categorias que paralisaram em 18 estados”!

Mesmo com o boicote aberto das centrais sindicais à organização da jornada de paralisaram, operários quiseram enfrentar o governo e as reformas. Com certeza a paralisação teria sido muito maior se a burocracia da Força Sindical e da CUT não dividissem e enfraquecessem os trabalhadores. Por isso precisamos tomar em nossas mãos essa luta política, não apenas contra Temer e as reformas, mas exigir dos sindicatos que impulsionem a frente única dos trabalhadores na ação, com medidas de força contundentes, como greves, piquetes e bloqueios, para derrubar o governo golpista e anular as reformas.




Tópicos relacionados

#30J   /    Metalúrgicos

Comentários

Comentar