Mundo Operário

#OCUPABRASÍLIA

Comitê da Zona Oeste levará centenas à Brasília nesse 24M

Nesta terça-feira, dia 23, mais de trezentas pessoas irão à Brasília, organizadas a partir do comitê da Zona Oeste, para lutar contra o governo Temer e as reformas.

segunda-feira 22 de maio| Edição do dia

O comitê da ZO formou-se para organizar pela base a luta contra o governo golpista de Temer e as reformas e tirar as ações para a greve geral do dia 28 de abril. O chamado feito pelo Sintusp (Sindicato dos Trabalhadores da USP) foi atendido pelos sindicatos, associações de bairros, entidades e organizações da Zona Oeste. Representantes dos bairros da região, como São Remo, Vila Dalva, Jaqueline, entidades do Movimento Estudantil, como o DCE e o CAPPF (Centro acadêmico da Pedagogia), a Adusp (associação de Docentes da USP) e sindicatos como o dos funcionários do Ipen, IPT, professores da rede estadual, trabalhadores dos correios de Cotia entre outros, compõem o comitê da região.

No dia 28 de abril, foi realizada uma grande ação conjunta, que fechou o entroncamento da Av. Rebouças com a Av. Francisco Morato, resistindo à dura repressão da tropa de choque que com bombas e jatos d’água tentou acabar com a manifestação.

O aprofundamento da crise política, agora com as delações da JBS, mostra que é necessária uma luta séria contra o governo Temer e as reformas. Os trabalhadores e a juventude vão a Brasília para lutar pra exigir uma greve geral já para derrubar Temer e as reformas. AS grandes centrais, como CUT e CTB precisam tomar essa luta de forma séria e consequente ou mostrarão que querem trair os trabalhadores com negociatas e só tem interesse em promover a figura de Lula, com uma campanha pela “Diretas já” e não de defender os trabalhadores contra os ataques que qualquer governo vai querer seguir passando.

O comitê conseguiu com a CSP-Conlutas e a Adusp 7 ônibus, para mais de 300 pessoas, para garantir a ida à Brasília. Porém, ainda existe uma grande lista de espera, o que eu mostra disposição de luta dos trabalhadores, estudantes e moradores da Zona Oeste.

Devemos ocupar a capital do país com centenas de milhares e fazer os poderosos tremerem com a força dos trabalhadores. Precisamos de um plano de luta efetivo, construído pela base, para vencer, derrubando Temer e as reformas.




Tópicos relacionados

#OcupaBrasília   /    Reforma da Previdência   /    Reforma Trabalhista   /    Mundo Operário

Comentários

Comentar