Política

ELEIÇÕES 2016 RIO

Comício final de Freixo mostra apoiadores com disposição para resistir

Comício na Cinelândia convocado por Freixo e Boiteux para a apuração reuniu milhares de pessoas. Após a confirmação da derrota, ambos, junto com Chico Alencar - deputado federal pelo PSOL - se dirigiram aos presentes. Nitidamente, o que o que primava entre os eleitores de Freixo era a disposição de lutar e resistir aos ataques de Crivella e seus aliados golpistas no governo federal.

domingo 30 de outubro| Edição do dia

Foto: Mídia Ninja

Em sua fala aos presentes, Freixo ressaltou que foram mais de um milhão de pessoas que compareceram às urnas para votar em sua candidatura nesse domingo. Ele afirmou que amanhã mesmo pretende continuar se reunindo com moradores dos bairros e construindo seu projeto político.

Luciana Boiteux, vice na chapa do PSOL, também falou aos presentes, e parafraseou o poema de Brecht, "Os que lutam", em que o escritor e militante comunista alemão diz que são importantes os que lutam um dia, um mês ou muitos anos, mas que os imprescindíveis são os que lutam toda uma vida.

Por fim, falou Chico Alencar, que foi recebido aos gritos de "Freixo, Freixo, e Chico presidente". Ele leu um trecho de Eduardo Galeano para os participantes do comício.

Veja a transmissão completa que foi feita pela Mídia Ninja:

O que chamou mais atenção foi o fato de que as milhares de pessoas presentes, por mais que se sentissem frustradas com a vitória de Crivella nas urnas, não demonstraram desmoralização, apatia ou resignação. Entoavam palavras de ordem como "ÃO, ÃO, ÃO, vai ter oposição", "Fora Temer" e "Fora Crivella", expressando disposição de seguir a luta após as eleições

Como afirmamos aqui, o mais de um milhão de eleitores de Freixo são a expressão de um setor que busca uma saída à esquerda diante da falência do PT e dos ataques da direita.

Nesse momento, diversas lutas estão em curso no Rio de Janeiro e no país, com greves e mais de mil ocupações que se enfrentam com a PEC 241 (agora PEC 55 no Senado) e a Reforma do Ensino Médio. O Esquerda Diário fez uma ampla cobertura das eleições no segundo turno carioca, com mais de 200 mil acessos, como parte de expressar esse setor que procura uma alternativa à esquerda, e colocar nossas forças a serviço de fazer avançar a resistência à direita golpista representada por Crivella.

Seguimos lutando para a criação de uma força anticapitalista no Rio, que com a força das lutas e desse um milhão de pessoas que buscam uma saída à esquerda, tem a possibilidade de se tornar um grande polo de resistência nacional contra os ataques dos golpistas e dos patrões.




Tópicos relacionados

Eleições Rio de Janeiro   /    Eleições 2016   /    Rio de Janeiro   /    Política

Comentários

Comentar