RACISMO

Combate ao racismo do governo dos EUA é isentar negros de uso de máscaras expondo à covid-19

Ao invés de atacar o racismo e a polícia, justiça dos EUA isenta pessoas negras de usar máscaras para não serem confundidos com bandidos.

quinta-feira 25 de junho| Edição do dia

Foto por: Jerome Gilles/NurPhoto via Getty Images

Em mais uma demonstração de racismo da justiça norte americana, no estado de Oregon, especificamente no condado de Lincoln nos EUA, foi tomada a decisão de que negros da região podem não utilizar máscaras para se prevenirem contra o COVID-19, sem terem o risco de multa, pois assim ajudaria a não serem confundidos com bandidos.

Os Estados Unidos tem sido o epicentro da fúria negra a nível mundial e historicamente tem uma das justiças mais racistas do mundo da qual condena milhares de negros todos os anos, assim se tornando o país com a maior população carcerária do mundo e, como de se esperar de um país extremamente racista, a maior população carcerária Negra.

O condado de Lincoln tem uma das populações com maior número de pessoas brancas em relação a pessoas negras no estado, sendo um estado com um histórico de repressão a negros bastante inquestionável e onde a população negra, como em todos os EUA e no Brasil, é a maior atingida pelo COVID-19 devido ao nível de vida com baixa renda e condições sanitárias, expondo mais ainda as vidas negras ao vírus. Ao invés de proteção os negros, o Estado segue sem questionar o caráter racista da polícia demonstrando que o estado capitalista não está interessado em dar uma saída ao racismo policial, mas sim em arranjar modos extremamente contraditórios para manter seu domínio sobre a população negra mesmo que, para isso, precisem manter os métodos racistas expondo negros ainda mais a pandemia.

A decisão gerou revolta entre a população negra e ativistas. Em entrevista, ReNika Moore, diretora do Programa de Justiça Racial da ACLU, em entrevista à CNN afirma: "para muitos negros, a decisão de usar ou não uma máscara em público para se proteger do novo coronavírus é muito complicada porque pode trazer graves consequências, independentemente da escolha feita. Com a máscara, eles correm o risco de serem atacados, presos ou mortos. Sem ela, também".

Trevon Logan, professor de economia na Universidade de Ohio State diz: "este é exatamente o estereótipo do homem negro criminoso definido pela sociedade: alguém que esteja com o rosto coberto. Basicamente, o uso de máscara faz com que essa pessoa pareça perigosa e se encaixe na típica descrição feita de um suspeito" lamentou o professor.

A cada dia que passa a luta negra desmascara e expõe toda a podridão do estado racista a serviço dos interesses capitalistas, nos revelando que somente a destruição desse sistema podre e suas instituições que tem o racismo, o machismo e a Lgbtfobia enraizados no seu caráter pode dar saída ao extermínio contínuo das minorias e que este não é capaz de resolver sobre os problemas que ele mesmo criou.




Tópicos relacionados

pandemia   /    Racismo   /    Racismo EUA   /    [email protected]

Comentários

Comentar