Mundo Operário

ELEIÇÕES DO SINTUSP

Com mulheres trabalhadoras a frente Chapa 2 conquistou 37% dos votos no Hospital Universitário da USP

Nas eleições para o Sindicato dos Trabalhadores da USP que ocorreu na última semana, a Chapa 2 recebeu 37% dos votos no Hospital Universitário.

sexta-feira 6 de dezembro de 2019| Edição do dia

Falamos com Bárbara Della Torre, trabalhadora do HU sobre esse resultado "Foi surpreendente o resultado no Hospital Universitário, levando em conta que somos uma força minoritária na Diretoria do Sindicato. Nós viemos há anos buscando um novo tipo de militância sindical no HU que alie a luta em defesa dos direitos dos trabalhadores com a luta pela saúde e acreditamos que a votação expressou esse reconhecimento. Nossa campanha buscou enfrentar a divisão que a Chapa 1 impôs, e por isso expressamos aos trabalhadores a necessidade da unidade defendendo por isso a proporcionalidade na Diretoria do Sindicato. Estamos conversando com muitos trabalhadores que votaram em nós e que querem ser parte dessa campanha pra fortalecer o Sintusp".

Marília Lacerda, trabalhadora da Radiologia também comentou as eleições: "Foi muito gratificante ver a quantidade de votos que tivemos no Hospital Universitário. Muitos trabalhadores nos procuraram preocupados com o fato de não estarmos mais na Diretoria do Sindicato e explicamos que por isso é preciso lutar pela proporcionalidade, pra que nenhum lutador fique de fora e lutar pela rotatividade dos diretores liberados, não há nenhum motivo pra um mesmo diretor ou diretora ficar quase 10 anos longe do local de trabalho. E também explicamos que vamos seguir batalhando pela unidade da nossa categoria. Aqui no Hospital há uma tarefa imediata fundamental que é recolher milhares de assinaturas com as 5 propostas para defender o HU sem aumentar a sobrecarga de trabalho".

Babi completou: "Estes desafios se dão em um momento de ataques estaduais e nacionais, onde o governo Bolsonaro vem da aprovação da reforma da previdência e estuda o melhor momento pra novos ataques que atingirão com tudo a saúde. Precisamos organizar e unir a nossa classe para impedir que se imponha a política das centrais sindicais dirigidas pelo PT e pelo PCdoB que até agora não apresentam nenhum plano de luta. Aqui no HU queremos lutar nesta perspectiva pra defender o Hospital, a universidade e enfrentar todos os ataques".

Publicamos abaixo a carta de agradecimento das companheiras e companheiros do Hospital Universitário:

Um muito obrigado a todos que apoiaram a CHAPA 2

A eleição para a próxima diretoria do Sindicato dos Trabalhadores da USP se encerrou com a Chapa 1 – que é composta pelo Coletivo Piqueteiros e Lutadores, PSTU e Transição Socialista – obtendo 1358 votos. A Chapa 2 – composta por trabalhadores independentes e pelos militantes do Movimento Nossa Classe – teve 616 votos, o equivalente a 31,2% dos votantes.

Agradecemos cada trabalhadora e trabalhador que votou na Chapa 2. Agradecemos também todas e todos que pararam para ouvir nossas ideias e dar opiniões porque sabemos que nossa rotina no HU é muito corrida e por isso valorizamos muito a atenção que todos tiveram.

Nossa responsabilidade com o atendimento de qualidade aos pacientes e à população e a visão da importância do HU como um hospital escola sempre nos colocou na luta em defesa do HU, contra a desvinculação e por mais contratações via concurso USP. E também não queremos mais adoecer ou ver nossos colegas adoecerem por causa do excesso de trabalho. Por isso, nós da Chapa 2 apresentamos 5 propostas para reabrir o HU sem aumentar a sobrecarga de trabalho, uma luta fundamental para a qual chamamos a Chapa 1 a construir conosco, levando a frente como uma dessas medidas um abaixo assinado com essas propostas.

Agradecemos o apoio que tivemos em todos os setores do hospital. É dessa unidade dentro do HU e de toda categoria que precisamos para fortalecer nosso sindicato e nossa luta. Queremos que todos os trabalhadores se sintam representados pelo sindicato.

A Chapa 2 representa 37% dos trabalhadores do HU que votaram, 42% dos trabalhadores que votaram no Butantã. O resultado dessa eleição reafirma a necessidade de unificar a categoria e ter um sindicato mais representativo. Por isso lançaremos uma ampla campanha pela proporcionalidade para que os trabalhadores da USP possam ter representados na Diretoria do Sintusp nas próximas eleições todos os lutadores e expressar todas as forças políticas da sua categoria, não deixando de fora a posição de por exemplo 1/3 da categoria de trabalhadores da USP que votou na Chapa 2 como ocorreu nessas eleições.

Agradecemos todas as companheiras e companheiros que mesmo não filiados quiseram votar para apoiar a Chapa 2 e que já disseram que querem se filiar para fortalecer nosso sindicato, mostrando que é possível, além de vital, reverter o curso sustentado de perda de filiados de nosso sindicato. Aqui no HU, procure as companheiras e companheiros da Chapa 2 no SAME, Nutrição, Berçário, Radiologia, Pronto Socorro Adulto para se filiar.

Nos manteremos com uma enorme força militante nas lutas da categoria, em defesa do HU e do SUS, junto à população e ao Coletivo Butantã na Luta. Também estaremos com uma forte bancada no Conselho Diretor de Base do Sintusp.

Agradecemos novamente a cada um dos mais de 600 trabalhadores e trabalhadoras que votaram em nossa chapa e chamamos os trabalhadores a se unificarem para defender o HU e o Sintusp!

Viva a luta dos trabalhadores da USP!

Saúde é um direito universal!




Tópicos relacionados

Eleições SINTUSP   /    SINTUSP   /    Mundo Operário

Comentários

Comentar