Sociedade

NOSSAS VIDAS VALEM MAIS QUE O LUCRO DELES!

Com milhões desempregados fruto da pandemia, dono da Amazon lucra U$6 bi em 24 horas

Apenas nas últimas 24 horas, Bezos, bilionário dono da Amazon, embolsou 6,65 bilhões de dólares. Desde Janeiro Bezos aumentou sua fortuna em 56,6 bilhões de dólares, batendo os absurdos 172 bilhões de dólares.

quinta-feira 2 de julho| Edição do dia

A frase “toda a crise é uma oportunidade” é quase que um lema necessário para qualquer grande empresário. E Jeff Bezos, dono da Amazon, e o mais rico do mundo, aproveita os frutos dessa “oportunidade” lucrando bilhões enquanto milhões de pessoas ao redor do mundo sofrem com as consequências da pandemia, seja com suas vidas, seja com seus empregos.

A Amazon cresceu absurdos após a pandemia. A alta demanda gerada pelo isolamento ao e-comerce (comércio virtual) foi a grande oportunidade de Bezos. Ele, por outro lado, também reduziu salários de funcionários, e demitiu alguns milhares. Fez seus trabalhadores pagarem as contas da crise, enquanto ele só aumentou seus lucros.

Bezos já acumula uma riqueza de 172 bilhões de dólares, sendo que só em 2020 aumentou em 56,6 bilhões o seu patrimônio - e isso inclui estes 6 bilhões ganhos nas últimas 24 horas, segundo informações da Bloomberg.

Jeff Bezos evidentemente não é o único empresário do mundo a lucrar com a pandemia, mas se destaca, enriquecendo cada vez mais às custas do suor de seus trabalhadores, e tirando da pandemia que mata centenas de milhares, uma nova fonte de lucros bilionários.

Ao redor do mundo patrões demitem, cortam salários e mandam trabalhadores para a rua, como faz a LATAM aqui no Brasil, por exemplo, demitindo 2000 aeroviários após ter tido lucros recordes em 2019.

Aumentam o peso do trabalho e das consequências da pandemia sob seus trabalhadores, enquanto embolsam cada vez mais riquezas fruto de seu trabalho. Verdadeiros tubarões, que lucram com a morte e o desespero de milhões.

São exemplos como estes que mostram que os governos e os patrões farão de tudo para que todo o custo da crise sanitária e da profunda crise econômica que foi acelerada pela pandemia, sejam pagas pela classe trabalhadora, e pela população pobre de todo o mundo, enquanto suas ações crescem, e seus lucros disparam.

A vida destes trabalhadores que fazem girar a roda do capital, e pagam com seu suor, suas vidas e seus empregos, os custos da pandemia, valem muito mais do que o lucro deste punhado de capitalistas que detém a maior parte do dinheiro do mundo, enquanto milhões estão na pobreza e no desemprego.

Jeff Bezos é apenas um exemplo, e que baita exemplo, de como o capitalismo serve para esmagar as massas trabalhadoras em nome de um punhado de parasitas capitalistas. Não podemos aceitar pagar as contas dessa crise em lugar nenhum do mundo. Nossas vidas valem mais que o lucro deles!




Tópicos relacionados

Crise do Coronavírus   /    Coronavírus   /    Amazon   /    Nossas vidas valem mais que o lucro deles   /    Sociedade   /    Política

Comentários

Comentar