Política

ELEIÇÕES 2018

Com maior nível de rejeição, Bolsonaro perderia para Alckmin, Marina e Ciro no segundo

quarta-feira 22 de agosto| Edição do dia

Contrariando aqueles que pintavam o êxito nas pesquisas de Bolsonaro como um "cavalo paraguaio", o candidato resiste nas pesquisas com bons percentuais, principalmente quando Lula não é candidato. Entretanto seu calcanhar de aquiles pode estar no segundo turno. A pesquisa Datafolha divulgada na madrugada desta quarta-feira, 22, aponta que o deputado federal Jair Bolsonaro (PSL) perderia em um eventual segundo turno para Marina Silva (Rede), Geraldo Alckmin (PSDB) e Ciro Gomes (PDT). O candidato do PSL venceria, contudo, em uma disputa com Fernando Haddad (PT).

Os dados validam as hipóteses que estabeleciam um paralelo entre as eleições francesas e o Brasil. Num cenário como o segundo turno francês, extrema-direita x direita/centro como Marine Le Pen e Macron, ganharia o candidato da direita/centro.

Os números apontam, ainda, que Bolsonaro tem a maior rejeição entre os presidenciáveis: 39% dos eleitores afirmam que não votariam no candidato "de jeito nenhum". Em seguida aparece o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, condenado e preso pela Operação Lava Jato, com 34%. Geraldo Alckmin é rejeitado por 26% dos eleitores, seguido por Marina Silva (25%) e Ciro Gomes (23%) Haddad é o menos rejeitado entre os principais candidatos, com 21%.

Na projeção de segundo turno entre Marina Silva e Bolsonaro, a candidata da Rede tem 45% das intenções de voto, contra 34% do candidato do PSL. Já o tucano Geraldo Alckmin aparece com 38%, contra 33% de Bolsonaro.

Em relação a Ciro Gomes, a disputa é mais apertada: 38% para o pedetista contra 35% para o candidato do PSL. O cenário em que Bolsonaro leva vantagem é contra Fernando Haddad - a pesquisa indica 38% das intenções de voto para Bolsonaro, contra 29% para o ex-prefeito de São Paulo. Ainda que pese que a candidatura de Haddad é a menos consolidada, e em outras pesquisas quando se menciona o apoio explícito de Lula o ex-prefeito salta nas intenções de vto.

O mesmo levantamento mostra que Bolsonaro tem 22% das intenções de voto e lidera a disputa no cenário sem o ex-presidente Lula. A seguir vem Marina Silva (Rede), com 16%. Ciro Gomes aparece em terceiro, com 10%, seguido por Geraldo Alckmin, com 9%. Alvaro Dias (Podemos) e Fernando Haddad aparecem com 4%. João Amoêdo (Novo) e Henrique Meirelles (MDB) têm 2% das intenções de voto. Vera, Daciolo, Boulos e João Goulart Filho (PPL) têm 1%. Eymael (DC) não pontuou.

O Datafolha ouviu 8.433 eleitores entre os dias 20 e 21 de agosto. A margem de erro é de dois pontos percentuais, para mais ou para menos.

Com informações Agência Estado




Tópicos relacionados

Eleições 2018   /    Bolsonaro   /    Política

Comentários

Comentar