Política

PRÉ-SAL

Com 13 empresas estrangeiras disputando, Pré-Sal vai à leilão dia 27

A Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis divulgou a lista das empresas que disputaram a compra de jazidas do Pré-Sal. São 2 nacionais e 13 estrangeiras.

terça-feira 3 de outubro| Edição do dia

A ANP, Agencia Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis, divulgou nesta segunda (2) a lista de empresas qualificáveis para a 2ª e 3ª rodada do leilão que ira privatizar o Pré-Sal, que serão realizadas no dia 27 de outubro.

São dez empresas que farão parte da 2ª rodada e 14 que estarão na 3ªa. Dessas empresas participantes, apenas duas são brasileiras, e as outras de capital estrangeiro. No grupo das aprovadas estão grandes empresas de potencias imperialistas, como as norte-americanas ExxonMobil e Chevron.

Na 2ª rodada do Pré-Sal, serão leiloadas jazidas inutilizáveis. São campos adjacentes a outros, ou áreas cujos reservatórios se estendem para além da área concedida para o uso. Essas áreas são descobertas denomidadas por Gato do Mato e Carcará, e aos campos Tartaruga Verde Sapinhoá. Na 3ª rodada entrarão em disputa entre os grupos do capital estrangeiro quatro áreas localizada nas bacias de Campos e Santos, onde fica o polígono do Pré-Sal.

A Petrobrás tem direito a exercer prioridade de compra, porém já declarou que a utilizara apenas para três de oito áreas leioladas.

Conheça as empresas habilitadas para o leilão do Pré-Sal:

- ExxonMobil Exploração Brasil Ltda. - EUA
- Petrogal Brasil S.A. - Portugal
- Petrobrás - Brasil
- Petronas Carigali SDN BHD - Malásia
- Repsol Sinopec Brasil S.A. - Espanha
- Shell Brasil Petróleo Ltda. - Reino Unido
- Statoil Brasil Óleo e Gás Ltda. - Noruega
- Total E&P do Brasil Ltda. - França
- Chevron Brazil Ventures - EUA
- OP Energia - Brasil
- BP Energy do Brasil Ltda. - Reino Unido
- CNODC Brasil Petróleo e Gás Ltda. - China
- QPI Brasil Petróleo Ltda. - Catar
- CNOOC Petroleum Brasil - China
- Ecopetrol S.A. - Colômbia




Tópicos relacionados

Privatização   /    Política

Comentários

Comentar