Política

GILMAR MENDES E SEU CINISMO

Com cara de pau e defesa da "normalidade institucional", Gilmar Mendes absolve Temer

Com puro cinismo e defesa da "normalidade institucional", Gilmar Mendes absolve Temer.

sexta-feira 9 de junho| Edição do dia

O TSE acaba de absolver o presidente Michel Temer no processo de cassação da chapa formada por ele e Dilma Rousseff nas eleições de 2014.

Após o voto de “minerva” de Gilmar Mendes – que mais discursou politicamente em defesa regime do que atuou exatamente como o magistrado “isento” que setores da grande mídia esperavam, foram 4 votos a 3 contra a cassação no processo aberto a pedido do PSDB, derrotado naquela disputa.

Com o resultado do julgamento, Temer, o principal articulador do golpe institucional, se mantém no cargo.

Com puro cinismo e defesa da "normalidade institucional", Gilmar Mendes absolve e acaba por fortalecer relativamente Temer. Seu voto contou com pérolas do tipo: "é a soberania popular que está em jogo" e "quero poder me olhar no espelho", disse o presidente do TSE ao votar livrando a cara de Temer. Nada mais simbólico se tomarmos o significado politico dos interesses do presidente do TSE ao absolver o presidente golpista Temer.

Essa atuação diz muito sobre o papel que vem assumindo Gilmar Mendes no ultimo período da politica brasileira como um dos grandes defensores da estabilidade do jogo politico dos corruptos e agente maior de defesa das reformas antipopulares, chegando até a ser sondado como “presidenciável” em um processo de eleições indiretas.

Durante a votação, as redes sociais foram tomadas por comentários de revolta, tamanho cara de pau e parcialidade do teatro encenado por Mendes e os demais do TSE, já que o resultado era tido como certo por analistas dos principais meios.

Veja também: TSE absolve Temer, tomemos a greve geral do dia 30 em nossas mãos para derrubar Temer e as reformas




Tópicos relacionados

Gilmar Mendes   /    Governo Temer   /    "Partido Judiciário"   /    Política

Comentários

Comentar