Educação

Colégio de Rondônia faz propaganda de matrícula contra a greve de professores

Impulsionado pela Instituição Nacional de Ensino à Distância, colégio de Rondônia faz a seguinte propaganda: “Suas férias em família são frustradas por causa da greve na escola pública? Matricule seu filho no Colégio Excelência fundamental”.

terça-feira 27 de março| Edição do dia

Uma rápida visita em sua página apresenta um Colégio recente, criado em 2015, “àqueles pais que encaram o ambiente escolar como um campo fértil para estimular o exercício da liderança e habilitar seus filhos para atuarem na sociedade com senso crítico, iniciativa, criatividade, independência e responsabilidade social.” Em um momento do país no qual existem importantes greves acontecendo na Educação, como os professores municipais de São Paulo, que podem colocar Dória contra a parede, e os servidores de Minas Gerais, essa propaganda escancara que seu “senso crítico”, de “crítico” nada tem. Apenas reforça a ordem que cada vez mais avança contra os trabalhadores e a Educação em todo o país.

Na prática, querem jogar a população contra os professores que lutam pela Educação e os direitos do conjunto da classe trabalhadora, como se fazer greves e paralisar suas atividades fosse o que hoje atrapalha as escolas, e não as salas de aula superlotadas, as péssimas condições de trabalho e o lucro dos capitalistas que cada vez mais precarizam para privatizar.

Essa campanha não é desinteressada, proveniente da Instituição que hoje se liga aos grandes tubarões da Educação, presentes desde o Ensino Básico ao Ensino Superior, sendo o Ensino à Distância uma tendência que escancara esses interesses.

Por fim, soa até mesmo irônica a preocupação com as “férias” das famílias, quando os golpistas avançam contra os direitos dos trabalhadores. No país da Reforma Trabalhista, a tendência é que férias de fato se tornem vagas lembranças. Por isso, é fundamental que em cada local a população se coloque em apoio àqueles que hoje se enfrentam com esses ataques, com os métodos da classe trabalhadora. Quem alimenta essa divisão, contra as greves, tem como interesse apenas seus lucros.




Tópicos relacionados

Educação   /    Educação

Comentários

Comentar