Teoria

MARXISMO NA UFRGS

Ciclo de Debates Marxistas na UFRGS aborda ideologia e fetichismo à luz do golpe

Na próxima terça-feira, dia 13 de setembro, vai ocorrer a segunda etapa do Ciclo de Debates Marxistas na UFRGS, que contará com a presença de Edison Salles, sociólogo e engenheiro formado pela USP e mestre em História Social pela PUC-SP, e Daniel Dias, do Ontologia e Combate.

quarta-feira 7 de setembro| Edição do dia

Arte: Juan Pablo Díaz

Após reunirmos cerca de 100 pessoas na primeira atividade do ciclo, a ideia dessa vez é debatermos os conceitos de ideologia e fetichismo à luz do golpe institucional em curso no Brasil.

Uma pergunta que nos ajudaria a pensar a enorme crise política em que vivemos é: qual a ideologia do golpe?

Para Marx, a ideologia possui substrato material. Ou seja, as ideias não surgem do céu como estrelas que caem sob ordem divina ou qualquer outra força metafísica. Elas se desenvolvem no terreno real da sociedade, no seio das relações sociais.

Há mais de vinte anos vivemos sob uma ordem social na qual os ideais de esquerda vem sendo negados. Desde a queda do muro de Berlim se construiu a narrativa de que revoluções não existem mais, a história acabou, o que nos resta é nos contentarmos com as maravilhas oferecidas pelo consumo e pela indústria cultural. Isso é ideologia. Um tipo de ideologia que se construiu em cima das capitulações da burocracia soviética, que restaurou o capitalismo na Rússia, e dos partidos comunistas que aderiram à ordem capitalista. Cabe a nós nos perguntarmos de que forma o PT não se enquadra nessa perspectiva.

Quando pessoas vestidas de verde amarelo tiram selfies com a polícia e pessoas vestidas de vermelho levam bomba e borracha na cara, qual operação ideológica está presente aí? E a seletividade do bate-panela? E o pobre de direita ou o trabalhador que viu seu voto sendo rasgado duas vezes nos últimos dois anos, quando Dilma começou a cortar e quando 61 pessoas a derrubaram? De que forma todas esses fenômenos correspondem, ou não, à definição de “véu da realidade” que Marx constrói em sua célebre ‘Ideologia Alemã”?

Enfim, são inúmeras abordagens possíveis que podemos fazer sobre esses a questão da ideologia, e distintas formas de relacioná-la à ideia de fetichismo da mercadoria e ao golpe. Inclusive a ideia do ciclo é haver intercâmbio de opiniões, onde cada um se sinta a vontade para expressar o seu ponto de vista acerca deste tema.

Por isso chamamos a todos a participarem do evento, contribuindo com questões, dúvidas, críticas, reflexões, etc. Ele vai ocorrer na terça-feira dia 13 de setembro, às 18h, no Pantheon do IFCH da Universidade Federal do Rio Grande do Sul, localizado no campus do vale. Para mais informações, acesse o evento no facebook com o nome Ciclo de Debates Marxistas na UFRGS:

https://www.facebook.com/events/295272904176131/




Tópicos relacionados

Porto Alegre   /    Universidades Federais   /    Universidade   /    Marxismo   /    Teoria

Comentários

Comentar