Política

ATOS ANTIFASCISTAS E ANTIRRACISTAS

Centenas de manifestantes tomam as ruas de BH em ato antirracista e antifascista

Centenas de manifestantes tomam as ruas de Belo Horizonte em ato antifascista e antirracista convocado pelas torcidas de futebol organizadas.

domingo 7 de junho| Edição do dia

A manifestação que começou na Praça da Bandeira segue em direção a Praça Sete, reunindo centenas de manifestantes, torcidas organizadas, organizações políticas de esquerda, inclusive nós do Esquerda Diário.

Enquanto o protesto segue pelas ruas da capital mineira, várias pessoas se somam ao ato e recebe um forte apoio da população, com buzinas e aplausos. A forte mobilização, que é parte dos vários protestos que seguem acontecendo no Brasil nesse domingo, é parte do crescente rechaço contra o racismo no país, Bolsonaro e seus seguidores fascistas.

Os atos de hoje ecoam a revolta pelo assassinato de George Floyd, homem negro assassinado pela polícia dos Estados Unidos. Há dias gritos de revolta se espalham por todo o mundo:: Berlim, Inglaterra, Estados Unidos, Estado Espanhol e muitos outros. No Brasil, país de João Pedro, João Vitor e Marielle, que têm tido suas vidas e sonhos arrancados pelas mãos sujas de sangue do estado genocida e racista, não poderia ser diferente.

Confira a live do Esquerda Diário direto do ato:

Os protestos que seguem crescendo, inspirado na fúria negro dos EUA, poderiam e devem ser ampliado a partir de cada local de trabalho, pela organização nos sindicatos, diferente do que da CUT e CTB, dirigidas pelo PT e PCdoB, vem fazendo quando, ao invés de buscar uma unificação e construção das manifestações desde as bases do trabalhadores, continuam tentando dividir e enfraquecer a luta.

Sabemos que são negros os mais afetados pelo vírus, não por uma questão biológica, e sim porque tem as piores condições de moradia, de trabalho, de prevenção ao vírus e de acesso a um sistema de saúde de qualidade. Basta de morrer pelas balas da polícia, pelo coronavírus, ou pela sede de lucro capitalista que mantém jovens negros trabalhando em serviços não essenciais, nos trabalhos mais precários como os entregadores de aplicativos. Nós do Esquerda Diário defendemos a liberação imediata dos trabalhadores de serviços não essenciais com remuneração paga pelos capitalistas ou pelo Estado, e que o dinheiro venha também do não pagamento da dívida pública.

Assista:Por que eu vou nos atos de domingo?

Defendemos o Fora Bolsonaro e Mourão, que querem impor mais mortes e perseguição à esquerda e aos trabalhadores. Apostamos na luta dos negros e dos trabalhadores, que deve se expandir cada vez mais. Não confiamos no STF, Maia, Rede Globo e nenhum ator que apoiou o golpe de 2016. Somente com a força da nossa mobilização é possível fazer recuar essa corja. Lutamos por uma nova constituinte livre e soberana que seja imposta pela força da mobilização, que mude as regras do jogo, e não apenas os jogadores.

Acompanhe a cobertura das manifestações neste domingo com o Esquerda Diário




Tópicos relacionados

#BlackLivesMatter   /    Black Lives Matter   /    Coronavírus e racismo   /    Minas Gerais   /    Política

Comentários

Comentar