Sociedade

CENSURA DA GLOBO

Censura e denúncia de assédio da Globo motivaram demissão de Pedro Cardoso e Maitê Proença

terça-feira 28 de novembro| Edição do dia

Pedro Cardoso, em entrevista em 2015 para o UOL, disse que a emissora era “acovardada e conservadora” e criticou a programação afirmando que “O país mudou, mas a TV está igual ao Brasil do Fernando Henrique. Se a gente ficar fazendo a televisão que era da época dele, o público vai fazer outra coisa.”

A atriz Maitê Proença afirmou durante sua participação no Roda Viva que sofreu diversos assédios na emissora. Além disso, ela afirma que só recebeu a notícia de sua demissão pela imprensa.

A cúpula da emissora decidiu demiti-los por considerá-los ingratos, só porque expuseram críticas pessoais. O caso de Maitê é ainda mais chocante pois a atriz afirma ter sofrido assédio por pessoas importantes na emissora, o que mostra já conhecida falta de comprometimento da Globo com a questão das mulheres.

Além desses dois casos, Carolina Ferraz está processando a emissora por não pagar seu 13º salário, FGTS, férias e o valor correspondente a rescisão. Já colocando em prática a tão apoiada reforma trabalhista pela emissora. Que de boas intenções não tem nada.




Tópicos relacionados

Censura   /    Tv Globo   /    Sociedade

Comentários

Comentar