Juventude

OCUPAÇÕES NO RS

Caxias ferve em dia de ocupação, assembleias e atos

Caxias do Sul começou a manhã com a primeira escola ocupada na cidade, o Apolinário, que teve uma assembleia de estudantes onde por unanimidade foi aprovada a ocupação. Mais escolas se mobilizam e a onda de ocupações tem tudo para se espalhar na cidade.

quarta-feira 18 de maio de 2016| Edição do dia

Com as últimas informações, são quase 80 escolas ocupadas no Rio Grande do Sul, número que supera o RJ. Isso prova que a luta secundarista contra os ajustes chegou com tudo no estado e não tem previsão de acabar, só de se expandir ainda mais.

Em Caxias do Sul hoje a primeira escola foi ocupada, através de uma assembleia e pela decisão dos estudantes. Caso que foi semelhante em outra escola, o Melvin Jones, onde houve assembleia com votação unânime a favor da ocupação, mas o Grêmio Estudantil juntamente com a direção manobrou a mobilização e ela acabou não acontecendo.

_

_

Os estudantes da escola Emílio Meyer realizaram um ato pela manhã da última terça-feira (17/05) contra os cortes na educação e o parcelamento dos salários dos professores, após isso entraram na escola e em assembleia aprovaram uma ocupação, que acontece em uma parte da escola nesse momento.

_

_

Estudantes do turno da tarde do EETECS realizaram um ato em frente a escola hoje contra as informações falsas que a direção da escola e a mídia expuseram sobre o ocorrido na escola em que estudantes do 3º ano do ensino médio retiraram as portas da escola, e depois às colocaram de volta. O que foi divulgado nos jornais é que os estudantes destruíram a escola. E a partir disso surgiu uma mobilização que avança agora em defesa da educação.

_

No Cristóvão, maior escola da cidade, os estudantes se reunirão em assembleia para decidir pela ocupação ou não.

O que fica claro com a mobilização que se inicia na cidade é que as ocupações vão se espalhar e que para derrotarmos o governo Sartori precisamos aprender com os acontecimentos de outras ocupações, sejam as de SP ou até mesmo em Porto Alegre.

Nós da Faísca - Anticapitalista e Revolucionária que estivemos em todas as escolas que estão lutando em Caxias, prestando apoio e ajudando na mobilização, nos direcionamos agora às escolas ocupadas não só de Caxias mas do estado inteiro para a necessidade da criação de um comando das escolas ocupadas, com representantes eleitos em cada escola para que se unifique as pautas e os rumos das ocupações sejam decididos conjuntamente. Seguir o exemplo dos secundaristas de São Paulo é agora a maior garantia de vitória das ocupações gaúchas: unificar as lutas!

Colocamos também a necessidade de as ocupações funcionarem com total democracia de base, com assembleias para tomar as decisões e que tudo seja decidido pelos estudantes da ocupação em conjunto.

Os secundaristas de Caxias têm provado nos últimos tempos, com atos de rua e ações políticas, que a cidade tem potencial para protagonizar dezenas de ocupações contra o ajustes.

#OcupaRS
#OcupaCaxias




Tópicos relacionados

Secundaristas   /    #OCUPATUDO   /    Caxias do Sul   /    Crise gaúcha   /    Juventude

Comentários

Comentar