Sociedade

HOMOFOBIA

Cantora Pablo Vittar sofre ataques LGBTfóbicos no Instagram

quinta-feira 26 de outubro| Edição do dia

A cantora Pablo Vittar é conhecida por polemizar. Ela define o seu gênero como masculino, mas quando montada, gosta de ser chamada no feminino. Segundo ela, poderia se viver sem um gênero pré-estabelecido.

Seu vídeo no Instagram já conta com mais de meio milhão de visualizações, e ao mesmo tempo em que a cantora recebe elogios, também recebe muitas ofensas. Alguns comentários negativos resumem-se a “Parando de tomar Coca-Cola em 1,2,3... agora a Coca vai falir”.

Alguns são diretamente mais ofensivos como “Que merda!”, “Pura abominação seus comprometedores do pecado”, atacou outro. “Mds pra quer tanta empolgação, se já não bebo Coca-Cola, quando essa propaganda sair eu não bebo mais nunca .. O que Pablo Vittar tem a ver com a Coca-Cola”, esbravejou um terceiro usuário.

Em meio à discussão, enquanto os fãs da cantora a defenderam, acabaram por receber respostas como: “O meu querido Plmds né? Você acha mesmo que eu queria ser o Pablo Vittar, mds. Ele deveria procurar outro Área pra atuar tipo na tua casa lavando privada, Dois merdinhas, minha opinião no caso.".

Esses homofóbicos além de tudo são uns machistas, pois a função de lavar privadas ficam nas mãos das mulheres indígenas e negras que sem outra opção são obrigadas a serem empregadas domésticas.

Ou seja, o show de horrores não acaba e o que esses usuários homofóbicos poderiam fazer é ficar calados. Pela livre construção de gênero e contra qualquer tipo de preconceito!




Tópicos relacionados

Homofobia e Transfobia   /    Sociedade   /    LGBT   /    São Paulo (capital)

Comentários

Comentar