Negr@s

RACISMO

Cantora Ludmilla denuncia caso de racismo por apresentador do SBT que a chamou de "macaca"

segunda-feira 4 de dezembro| Edição do dia

A cantora Ludmilla foi alvo de racismo do apresentador do SBT Marcão do Povo do programa "Balanço Geral", que quando ainda trabalhava em uma afiliada da Record TV, chamou a cantora de "macaca" e disse que "seu lugar era comendo banana". A artista entrou com um processo contra o jornalista.

O apresentados chegou a dizer sobre Ludmilla que "É uma coisa que não dá para entender. Era pobre, macaca...pobre, mas pobre mesmo. Eu sempre falo para os meus amigos: eu era pobre e macaco também. Eu era não...eu sou rico hoje, de saúde, graças a Deus"

Sobre o caso e o processo ela disse "A Justiça é lenta pra caramba. O processo contra o apresentador que me chamou de macaca nojenta e disse que meu lugar era comendo banana ainda está rolando. O foda é que eu tenho uma vida muito agitada, shows, eventos, turnê e tenho que ficar indo no tribunal. Mas dou um jeito e vou. Racistas não passarão"

Não é a primeira vez que a cantora denuncia casos de racismo, em entrevista à revista Cosmopolitan ela disse "Sofri muito preconceito. Sofro até hoje. Antes me dava tristeza, às vezes raiva, são vários sentimentos ruins juntos. E eu não sabia o que fazer: sofria algum racismo e ia pra internet, postava, um monte de gente comentava, mas não acontecia nada. Depois que aprendi como faz e o que se faz para punir esses racistas, denunciei todos".

É preciso denunciar cada vez mais todos os casos de racismo, mas sem ter confiança alguma na justiça burguesa, pois, o racismo sofrido por Ludmilla, e o destilado pelo apresentador William Waack, fazem parte do mesmo sistema que vende negros como escravos na Líbia e que mata vidas negras todos os dias pelo mundo. A luta contra o racismo não passa por fora da luta contra o capitalismo, é preciso nos organizar junto com a classe trabalhadora para por fim a esse sistema de opressões e explorações.




Tópicos relacionados

Racismo   /    Racismo   /    Negr@s

Comentários

Comentar