Juventude

JUVENTUDE

Candidaturas do MRT defendem uma voz anticapitalista para a juventude

Em todo o mundo, os capitalistas querem fazer com que nós, trabalhadores, paguemos pela crise. A juventude organizada pode dar uma resposta contra as reformas e cada um dos ataques. Também carrega a tarefa histórica de lutar por um novo mundo, junto à classe trabalhadora.

segunda-feira 17 de setembro| Edição do dia

Hoje, em meio aos milhões de desempregados no país, é a juventude um dos setores que mais sente a piora das condições de vida, principalmente após o golpe institucional, que veio para aprofundar ataques ainda maiores do que os governo do PT já vinham fazendo.

Apenas com a mobilização independente de jovens, de todos os setores oprimidos, em aliança com a classe trabalhadora, é que podemos apontar uma saída que de fato responda aos ataques dos golpistas e ao fortalecimento da extrema-direita.

Candidato a deputado estadual pelo MRT, Marcello Pablito, é trabalhador do bandejão da USP e fundador do grupo de negros e negras Quilombo Vermelho.

Maíra Machado, professora da rede pública, militante do grupo de mulheres Pão e Rosas e colunista do Esquerda Diário, também é candidata a deputada estadual pelo MRT.

Diana Assunção, candidata a deputada federal também pelo MRT, é também trabalhadora da USP, editora do Esquerda Diário e fundadora do Grupo de Mulheres Pão e Rosas.

Veja mais sobre as candidaturas do MRT aqui.




Tópicos relacionados

Marcello Pablito   /    MRT   /    Juventude    /    Juventude trabalhadora   /    Eleições 2018   /    Diana Assunção #UmaVozAnticapitalista   /    Candidatos MRT   /    Juventude

Comentários

Comentar