Política

Candidatos a prefeito votam em São Paulo

domingo 2 de outubro| Edição do dia

A senadora e candidata do PMDB à prefeitura de São Paulo, Marta Suplicy, acaba de votar na zona sul de São Paulo. Com um adesivo da campanha colado no peito, ela chegou à zona eleitoral onde vota acompanhada do vereador e candidato a vice, Andrea Matarazzo (PSD). Marta caiu fortemente nas últimas pesquisas eleitorais, perdendo votos para o petista Fernando Haddad, o que representa um revés importante à principal aposta eleitoral do golpista Temer.

Já o candidato pelo PSDB, João Doria, votou nesta manhã em um colégio do Jardim Paulistano. Ele estava acompanhado de sua esposa, Bia, do governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB-SP), e esposa, Dona Lu, e de seu candidato a vice, Bruno Covas.

Em entrevista coletiva a jornalistas após a votação, Doria fez um agradecimento ao seu padrinho político, o governador Geraldo Alckmin. "Queria aproveitar para fazer um agradecimento muito especial ao governador Geraldo Alckmin, que foi o fiador das prévias do PSDB, que representaram um valor democrático desta eleição, permitindo que um não político pudesse disputar as prévias em dois turnos e disputar as eleições, saindo de 3% e chegando ao porcentual que nós temos hoje", disse.

Dória se baseia no fato de que o aparato eleitoral de Alckmin bancou mais de R$4,5 milhões às empresas do Grupo Dória, oriundos de dinheiro público, parte dos R$10,6 milhões que recebeu inclusive de estatais como a Caixa Econômica e os Correios. Um verdadeiro "gestor privado" do dinheiro público. Desde o início da campanha Dória veio ensaiando a

O prefeito de São Paulo, Fernando Haddad (PT), votou por volta das 9h20 em um colégio eleitoral em Indianópolis. Haddad é candidato à reeleição pelo PT na capital paulista. A candidatura do petista vem se ganhando fôlego depois de amargar uma baixa expectativa de votos nas primeiras pesquisas de intenção de voto.

O candidato à Prefeitura de São Paulo pelo PRB, Celso Russomanno, votou há pouco em um colégio da capital paulista. Ele chegou à zona eleitoral onde vota acompanhado da mulher e também da candidata a vice, Marlene Campos Machado (PTB).




Tópicos relacionados

Eleições 2016   /    Política

Comentários

Comentar