LEGALIZAÇÃO DA MACONHA

Canadá aprova a legalização da Maconha

Na noite desta terça-feira (19) foi votado no Senado canadense a legalização do uso recreativo da maconha, e por uma diferença de 23 votos a proposta foi aprovada em todo o país.

Mariana Duarte

Estudante de Letras da USP

quarta-feira 20 de junho| Edição do dia

Para que a legalização seja “total” ainda falta o consentimento da governadora-geral e representante da coroa Britânica do Canadá, mas o governo local prevê a completa aprovação em um período de cerca de 12 semanas.

O país foi o primeiro do G7 a aprovar a total legalização do uso da droga e conta com o apoio inclusive de seu primeiro ministro da plantação e cultivo doméstico da cannabis.

No Brasil, já existiram algumas iniciativas de parlamentares, além de manifestações populares pela legalização da maconha no território nacional, mas o reacionarismo parlamentar e sua ligação profunda com o tráfico de drogas dificulta inclusive a discussão sobre essa possibilidade.

Rodeada por um problema moral do uso, a hipocrisia dos governos impede um debate sério sobre o assunto. A união reacionária entre o tráfico e o Estado que lucram em cima da venda ilegal das drogas é a principal causa do genocídio da população negra no país, que por conta do imenso índice de desemprego e precarização da vida, fica relegada ao tráfico e ao assassinato pelas mãos policiais.

É por isso que defendemos a legalização de todas as drogas como forma de contenção do tráfico e dos que lucram em cima da morte de milhares. Sigamos este exemplo do Canadá, que só teve a legalização aprovada após muita pressão popular, e legalizemos também no Brasil!




Tópicos relacionados

Legalização da maconha   /    Drogas

Comentários

Comentar