Educação

OCUPAÇÕES NORDESTE

Campus do Cariri da Universidade Federal de Campina Grande está ocupado

sexta-feira 4 de novembro| Edição do dia

O movimento de ocupação estudantil tem se ampliado mais e mais, seguindo uma tendência nacional que começou com os estudantes secundaristas, e continua com os estudantes dos Institutos Federais e das Universidades, engrossando o caldo. Um dos campi da Universidade Federal de Campina Grande (UFCG), que fica na cidade de Sumé, Cariri do Estado da Paraíba, foi ocupado por estudantes.

O campus Centro de Desenvolvimento Sustentável do Semiárido (CDSA), foi ocupado pelos discentes na noite de ontem (03/11), a motivação principal do movimento é seu posicionamento contrário a PEC 241 (agora PEC 55 no Senado) que se propõe o congelamento dos gastos públicos pelos próximos 20 anos, a reforma do ensino médio e também outras medidas do governo golpista institucional de Temer que atacam os trabalhadores e a juventude.

É preciso continuar com as mobilizações e ocupações, em contraposição as direções burocráticas do movimento estudantil como a União Nacional de Estudantes (UNE) dirigidas pelo Partido Comunista do Brasil (PCdoB), coordenar as lutas e ampliar na perspectiva que essa chama se espalhe por todos os campos da UFCG e por todas as universidades.

Simultaneamente exigimos que a Central Única dos Trabalhadores (CUT) e a Central dos Trabalhadores do Brasil (CTB) abandonem sua paralisia criminosa e no lugar de dias isolados de luta, realizem assembleias de base para organizar a resistência aos ataques com uma forte Greve Geral.




Tópicos relacionados

Ocupações   /    PEC 241/55   /    Campina Grande   /    Ocupação Escola   /    Educação   /    Juventude

Comentários

Comentar