Negr@s

VIOLÊNCIA POLICIAL

Câmera flagra rotina da PM de SP: tapas na cara e agressão a jovem trabalhador

sexta-feira 9 de março| Edição do dia

No último domingo (04), as câmeras de segurança de um estabelecimento na Avenida Circular, no Jardim Esmeralda (Zona Oeste de SP), flagraram um jovem negro sendo arbitrariamente agredido por policiais militares em uma abordagem.

O jovem de 18 anos estava com mais 3 amigos conversando na frente de um Mercado, quando foi abordado pelos PMs. O vídeo mostra um dos Policiais dando tapas, e agredindo o rosto do jovem enquanto o interroga, mostrando muito bem como é a ação rotineira da Polícia Militar com a juventude negra.

Veja o vídeo abaixo:

A mãe do jovem, Gislane, deu depoimento à imprensa, e alegou que seu filho já sofre há algum tempo perseguições de PMs do bairro. Ela disse que já teve sua casa invadida por policiais militares, que sem mandato de busca e apreensão alegavam que seu filho havia roubado um carro. O veículo nunca foi encontrado, mas não impediu que outros PMs do bairro continuassem a perseguir o jovem, e acusá-lo de roubo por seus tênis, ou pela geladeira de sua casa, dando as caras do caráter racista que tem a Polícia.

Gislane chegou a ir em três DPs diferentes para conseguir registrar a ocorrência, sendo que teve que ir na DP onde ficam os policiais que agrediram seu filho. Depois de semanas ela conseguiu registrar o caso.

A Secretaria de Segurança Pública divulgou nota à imprensa sobre o ocorrido, dizendo que está averiguando as imagens, e que os policiais envolvidos foram afastados até o fim das investigações.

No entanto não podemos tratar desse caso como algo isolado. Tanto a agressão registrada pelas câmeras de segurança, quanto a perseguição que sofre o jovem, são ações rotineiras da PM em São Paulo. Todos os dias, trabalhadoras e trabalhadores, mulheres e homens, jovens ou não, são vítimas da violência e do autoritarismo da Polícia Militar nas periferias, cumprindo seu papel em reprimir e assassinar jovens negros e trabalhadores.




Tópicos relacionados

PM São Paulo   /    Racismo   /    Violência Policial   /    Negr@s

Comentários

Comentar