Política

CORRUPÇÃO DOS CAPITALISTAS E SEUS GOVERNOS

Camargo Corrêa revela esquemas de corrupção em 8 metrôs durante 16 anos

Em acordo de delação, a empreiteira revelou esquema de fraude e corrupção na construção de metrôs em 7 estados e no Distrito Federal entre 1998 e 2014.

segunda-feira 18 de dezembro de 2017| Edição do dia

Mais uma vez, um grande esquema de corrupção enraizado há muito anos entre as empresas capitalistas e os políticos que elas compram vem à tona: entre 1998 a 2014, em obras de transporte de passageiros sobre trilhos nos estados da Bahia, Ceará, Minas Gerais, Paraná, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul e São Paulo, além do Distrito Federal, ocorreram fraudes sistemáticas.

O esquema veio à tona em delação da empreiteira Camargo Corrêa por meio de acordo de delação fechado com o Cade (Conselho Administrativo de Defesa Econômica) e o Ministério Público. Esse acordo de delação pode garantir a impunidade administrativa e penal completa para todos os delatores, ou seja, os responsáveis por esse roubo sistemático de milhões e milhões ao longo de anos do dinheiro público, o que se reverte imediatamente na precariedade e sufoco do transporte metroviário.

Ao todo, 21 licitações foram fraudadas. Além da Camargo Corrêa, faziam parte do esquema outras milionárias empreiteiras, como Odebrecht, Andrade Gutierrez, OAS e Queiroz Galvão. Um cartel entre os grandes empresários para dividirem o fruto do roubo à população. Eles chamavam seu cartel de "Tatu Tênis Clube".

É mais uma amostra de que não há nada de "episódico" na corrupção existente entre os milionários capitalistas e os privilegiados políticos que comandam, mas sim que a corrupção é orgânica e inerente a um sistema capitalista em que o lucro é a lei, e a miséria do povo para manter esses parasitas é o complemento necessário. Só estatizando todas essas empresas e colocando-as sob controle dos trabalhadores é possível começar a combater de fato essa podridão.




Tópicos relacionados

Operação Lava-Jato   /    Odebrecht   /    Operação Lava Jato   /    Corrupção   /    Política

Comentários

Comentar